terça-feira, 17 de maio de 2016

Cientistas criaram LEDs 60% mais brilhantes ao copiar sistema de vaga-lumes


led-verde-flickr
Uma equipe de pesquisadores conseguiu aumentar a quantidade luz emitida por um LED em 60% ao moldar sua superfície externa de forma a parecer com a de uma lanterna de um vaga-lume.
Pesquisadores do Instituto de Ciência e Tecnologia Avançada da Coreia desenvolveram um novo LED orgânico ao criar uma lente de estrutura nano que fica no topo da superfície de um LED convencional. Eles fizeram isso, pois descobriram que a lanterna de um vaga-lume conta com uma pequena superfície de telhas, o que reduz a diferença entre o índice de refração de seu corpo e do ambiente ao seu arredor. Por sua vez, isso permite que mais luz seja emitida.

diferenca-leds
Comparativo de brilhos de LEDs. O da esquerda é um convencional, enquanto o da direita é o desenvolvido pelos pesquisadores. Crédito: Nano Lett.
A equipe simplesmente copiou essa estrutura de telhas em escala nano usando uma resina de polímero que fica no topo de uma superfície convencional emissora de luz. Em uma série de experimentos, a equipe descobriu que o LED verde que eles desenvolveram era 60% mais brilhante que os convencionais, quando submetidos ao mesmo tipo de corrente elétrica. Os resultados foram publicados na Nano Letters.
leds-vagalume
Detalhes da estrutura criada pelos pesquisadores para emular sistema de vaga-lume. Crédito: Nano Letters
A equipe considera que o LED criado por eles pode ser usado em telas para fornecer o mesmo nível de brilho em telas convencionais, mas com menos gasto de energia.

Fonte: Gizmodo Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Custom Search