sexta-feira, 27 de maio de 2016

Esses são 11 dos minerais mais lindos já encontrados e que deixarão você impressionado

Nosso planeta é uma caixinha de belas surpresas, e algumas delas estão nessa matéria. Esses minerais são tão lindos que você vai querer ter todos eles só para você ficar olhando-os por horas. Uma pena que, ou são caros para tê-los, ou são raríssimos. Mas, pelo menos, temos essas imagens para ficar apreciando-os.

1 – Opala Fóssil

As opalas são mineralóides, ou seja, apresentam características minerais, mas não formam cristais e sim estruturas irregulares, que a uma dada temperatura escorre através da fissura de quase todo tipo de rocha. Por este motivo a opala pode formar fósseis. Este tipo de opala é extremamente rara.
Minério

2 – Uvarovite

Pertence ao grupo das granadas e foi descoberta em 1832 por Germain Henri Hess.
Minério (2)

3 – Cacoxenite

De formula molecular ligeiramente complexa consistindo basicamente em ferro associado a outros elementos. Ela possui uma estrutura muito interessante e pode ser encontrada associada a outros minerais.
Minério (3)

4 – Vanadite

Mineral raro formado pela oxidação dos depósitos de minério de chumbo.
[

5 – Labradorite

Pertence ao grupo dos feldspatos, e recebeu esse nome em homenagem ao local de onde foi retirada pela primeira vez, em Labrador, no Canadá.
Minério (5)

6 – Pallasite

Uma amostra da Pallasite pode custar até 37 milhões de dólares! O motivo? Ela só pode ser encontrada em um meteorito chamado Fukang, que caiu no nosso planeta. Os pesquisadores cortaram a pedra do meteorito e encontraram em seu interior gemas de olivina.
Minério (6)

7 – Bismuto

Sim, esse é o bismuto da tabela periódica, com o símbolo (Bi). É um elemento químico metálico, de cor branco-prateado à avermelhado, quebradiço e com um brilho metálico intenso.
Minério (7)

8 – Ósmio

Na sua forma metálica, o ósmio é muito denso, branco azulado-prateado, frágil, sólido e brilhante, inclusive a altas temperaturas, mesmo sendo difícil encontrá-lo nesta forma.
Minério (8)

9 – Fluorita

É um mineral comum, cujas maiores jazidas situam-se na Alemanha, Suíça e Inglaterra. A palavra fluorescente vem deste mineral, visto que o mesmo fluoresce sob a luz ultravioleta. Além disso, a fluorita apresenta termoluminescência, que é a capacidade de emitir luz após aquecimento.

10 – Karpatite

Muito rara, foi descrita pela primeira vez em 1955 na Ucrânia. Quando exposta a luz ultravioleta se transforma em uma pedra azulada.

11 – Clinoclase

Rara, é um mineral composto de arsenato de cobre, com uma estrutura que lembra um ouriço do mar.
Nosso planeta realmente é surpreendente.
Fonte: Tudo Interessante

0 comentários:

Postar um comentário