sexta-feira, 17 de junho de 2016

NASA faz revelação bombástica sobre o céu e a superfície de Plutão

A Terra não é o único planeta com um lindo céu azul! A sonda New Horizon transmitiu as primeiras imagens coloridas da atmosfera de Plutão, e a NASA confirmou: Plutão tem o céu azul, assim como aqui na Terra! E essa não foi a única descoberta recente...

A imagem foi feita pela New Horizons no dia 14 de julho de 2015, e mostra o lado noturno de Plutão, com a luz solar iluminando sua circunferência e revelando uma linda atmosfera azul.


Plutão tem céu azul
Imagem feita pela sonda New Horizons em julho de 2015 mostra o lado noturno de Plutão, revelando sua atmosfera azul. Créditos: NASA / New Horizons / SwRI

"Quem esperaria por um céu azul no Cinturão de Kuiper?!" diz Alan Stern, principal investigador da missão New Horizons. "É lindo."

Carly Howett da equipe de ciência da missão New Horizons explica o fenômeno: -"Um céu azul muitas vezes resulta da dispersão da luz solar por partículas muito pequenas. Na Terra, essas partículas são moléculas de nitrogênio, mas em Plutão, parecem ser partículas de fuligem, conhecidas como tholins...".

O termo "tholin" foi cunhado por Carl Sagan e Bishun Khare para descrever substâncias orgânicas obtidas nos experimentos de Miller-Urey, através de misturas de gases semelhantes a atmosfera de Titã, lua de Saturno. Em Plutão, os tholins se formam na alta atmosfera, onde a luz solar UV rompe as moléculas de nitrogênio e metano. Os fragmentos se recombinam para formar macromoléculas complexas. Estas macromoléculas continuam a combinar e crescer, até se tornarem "tholins".

Ironicamente, os tholins em si não são azuis, mas são os responsáveis por espalhar a luz azul. Podemos ver a cor real desses tholins quando se acumulam no chão: cinza ou vermelho. E claro, Plutão também possui tholins acumulados em sua superfície. Acredita-se que a grande coloração vermelha não uniforme de Plutão seja um resultado de uma chuva dessas delicadas partículas atmosféricas do planeta anão.

A segunda grande descoberta que foi revelada pela NASA recentemente, é que existem formações de gelo de água na superfície de Plutão. A sonda New Horizons detectou diversos pontos congelados, e os cientistas perceberam que tratava-se de água após analisar os dados coletados em um mapeamento espectral de composição, feitos pelo instrumento Ralph.

Gelo de água em Plutão
Imagem feita pela sonda New Horizons mostra uma região repleta de gelo de água, chamada Virgil Fossa. A foto abrange uma área de aproximadamente 450 km. Créditos: NASA / New Horizons / SwRI

Ou seja, pra entender como seria estar na superfície de Plutão, basta imaginar que estamos em um lugar muito gelado (congelante), ligeiramente parecido com o polo norte da Terra, mas com aparência um pouco avermelhada, talvez parecida com a de um grande deserto com um céu azul belíssimo! Talvez até mais azul do que o céu que estamos acostumados... Seria uma visão e tanto!



Fonte: NASA
Imagens: (capa-ilustração/Richard Cardial/Galeria do Meteorito) / NASA / New Horizons / SwRI

0 comentários:

Postar um comentário

Custom Search