loading...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

FBI revela arquivos secretos sobre Nikola Tesla e seu “raio da morte”


Recentemente, o FBI tornou público os arquivos relacionados a Nikola Tesla, 73 anos depois da morte do brilhante cientista sérvio.
Hoje, o governo norte-americano reconhece, por fim, a tentativa de se apoderar do projeto do “raio da morte” de Nicola Tesla.

Tesla morreu em um hotel de Nova York em 1943. Nos dias que seguiram à sua morte, a Inteligência norte-americana apreendeu de seu domicílio dois caminhões lotados com seus pertences.

Os serviços militares estavam particularmente interessados nas pesquisas relacionadas ao “raio da morte”, um sofisticado artefato que, em teoria, poderia enviar um fluxo de energia a distâncias de até 400 mil quilômetros.

 Nos arquivos abertos, o interesse especial do FBI foi pelos experimentos do pesquisador com raios globulares, também conhecidos como esferas luminosas. Além disso, foram reveladas as tentativas governamentais de deter os familiares do cientista para evitar que reivindicassem os documentos.


O governo dos EUA estava preocupado por Tesla ser um cidadão naturalizado e, assim, o governo sérvio poderia pedir a extradição de seus pertences. Em uma carta enviada ao primeiro diretor do FBI, John Edgar Hoover, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos ressalta a importância vital de impedir que qualquer material relacionado ao “raio da morte” chegue aos soviéticos.

Fonte: Conexão Alien

0 comentários:

Postar um comentário

Custom Search