NerdTecnoGeek

Ciência, Tecnologia e Mistérios.

Física

A mais bela das Ciências.

Mistérios

Os Mistérios do mundo e do Universo apresentados aqui.

Eletrônica

Kits de projetos eletrônicos para todas as finalidades.

loading...

quinta-feira, 30 de março de 2017

Uma criatura e fotografada em marte.


Fotografias divulgados pela NASA, tiradas pela Curiosity Rover, reforçaram as reivindicações que há sinais de vida em Marte, para a alegria dos caçadores de extraterrestres em todos os lugares.

A publicação da imagem pela NASA, ao que parece, revela uma "criatura anfíbio" ou alguma espécie de réptil no topo do droid NASA Curiosity Rover que está executando uma exploração do planeta vermelho.

O droid está tirando fotografias e enviando-as de volta à equipe aqui na Terra. O caçador de Ovnis, Scott C Waring, disse: "Este pequeno lagarto estava segurando sua preciosa vida na câmera do robô Mars Curiosity.”

Ele também passou a descrever as semelhanças entre o que ele acreditava ser a criatura retratada e “um tipo de dinossauro ”que antes habitavam a Terra, há milhões de anos. A opinião, no entanto, é muito dividida sobre este tema controverso e muitas vezes debatido.

A teoria mais comum para desbancar 'aparições' é que eles são o efeito de um fenômeno conhecido como pareidolia - um truque que o cérebro desempenha sobre os olhos para nos fazer ver objetos familiares em texturas do cotidiano, como a superfície de rocha.

Na verdade, Scott Brando, que dirige as ufoofinterest.org do site-rebentando mito, estava feliz em declarar que “Tudo o que vejo é uma rocha!”.

Reivindicações de vida em Marte não é nada de novo e, para cada crente, a um cético - e esta não é a primeira vez que, recentemente, o tema da vida extraterrestre fez a notícia.

Confira no vídeo que está em inglês: (ative a legenda)

Fonte: 7tales

Encontrado tecnologia impossível dentro de um fragmento de meteorito !

Teoria da conspiração UFO argumentam que a evidência de objetos voadores não identificados e visitantes extraterrestres está sendo suprimida por vários governos, e pelos políticos em todos os países , principalmente os funcionários de Washington DC. Tais teorias conspiratórias geralmente argumentam que os governos da Terra, especialmente o Governo dos Estados Unidos, estão em comunicação e / ou cooperação com os extraterrestres, apesar das afirmações públicas em sentido contrário.

Recentemente foi encontrado um fragmento de meteorito com um artefato tecnológico no seu interior o que seria impossível já que eles afirmam que não existe vida inteligente fora do planeta terra, então como se explica esse achado?

Assista ao vide e tire suas próprias conclusões:

Fonte: youtube

segunda-feira, 27 de março de 2017

Enorme objeto esférico anômalo é encontrado em foto de Marte


A sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) é um equipamento de US$ 720 milhões que deixou a Terra em agosto de 2005 e entrou na órbita de Marte em 10 de março do ano seguinte.  Nos mais de 11 anos em que tem estado funcionado, a MRO já obteve e enviou à Terra milhares de incríveis imagens, algumas delas que poderiam conter pistas a respeito do controverso e misterioso passado daquele planeta.
Uma dessas imagens é intitulada PSP_010329_1525, um nome muito despretencioso para uma foto que mostra o que parece ser uma estrutura artificial esférica.

A PSP_010329_1525 foi obtida à uma altitude de aproximadamente 320 km, assim a imagem cobre uma vasta área conhecida como Uzboi Vallis. Hoje, o Uzboi é um vale pela maior parte seco, que ocasionalmente possui pequenos riachos sazonais. Sim, ocasionalmente. Marte ainda tem água no estado líquido.

No passado distante, o vale Uzboi era completamente coberto por água, um fato que é apoiado pela erosão claramente visível na foto. Assim esta foto é ainda mais fascinante quando você percebe que entre todo aquele sedimento exposto à erosão uma estrutura notável ainda está lá. Veja:

O objeto na imagem tem aparência esférica e podemos estimar que ele mede aproximadamente 60 metros ou mais em diâmetro. Julgando a partir da sombra projetada por ele, a impressão é a de que ele está situado mais alto do solo. É como se ele estivesse numa plataforma de algum tipo…

Se a água era mais abundante no passado distante em Marte e desde então secou, podemos dizer que em algum ponto a água esteve num processo de desaparecimento da superfície. Em um determinado período, a água sem dúvida se tornou um recurso precioso e para a vida inteligente sobreviver ela precisou se posicionar próxima do líquido que estava minguando.

O objeto que vemos na foto está localizado no que seria uma profundidade baixa num dos lagos remanescentes, não muito longe da costa, assim era de fácil acesso pela terra seca. Já que a evaporação deve ter sido um problema, podemos supor que a salinidade aumentava à medida que o volume d’água diminuía. Assim, a estrutura, se realmente for artificial, poderia ter sido algum tipo de usina de dessalinização.
Naturalmente, o objeto esférico em Marte poderia somente ser uma rocha anômala, fotografada com a luz incidindo nela de forma que a fez parecer artificial; mas considerando-se o que sabemos sobre Marte e o que não está sendo dito sobre aquele planeta.

Para acessar a foto original, clique aqui. Baixe a versão 8k (95 MB), que fica na seção Wallpaper (Papel de Parede) à direita da tela, para visualizar a resolução mais alta. Abaixo, a localização do objeto dentro da foto original:

Fonte: OVNIHoje

A viagem no tempo de Tesla: “Eu podia ver o passado, o presente e o futuro ao mesmo tempo”

A suposta máquina do tempo de Nikola Tesla.

Em 1895, durante a pesquisa com seu transformador, Nikola Tesla teve suas primeiras indicações de que o tempo e o espaço poderiam ser influenciados através do uso de campos magnéticos altamente carregados.
Parte desta revelação veio do seu experimento com frequências de rádio e a transmissão da energia elétrica através da atmosfera.

Anos mais tarde, a simples descoberta de Tesla levaria ao famoso experimento Philadelphia e os projetos de tempo Montauk..  Mas mesmo antes destes programas militares ultra-secretos vierem, Tesla fez algumas descobertas fascinantes sobre a natureza do tempo e as reais possibilidades da viagem nele.

Com estes experimentos em alta voltagem e campos magnéticos, o inventor descobriu que o tempo e o espaço poderiam ser violados, ou deformados, criando uma “porta” que poderia levar a outros tempos. Mas com esta descoberta monumental, Tesla também descobriu, através de experiências pessoais, os reais perigos inerentes da viagem no tempo.

A primeira experiência de Nikola com a viagem no tempo foi em março de 1895. Um repórter do New York Herald, escreveu em 13 de março ter se encontrado com o inventor num pequeno ‘café’, e este parecia abalado após ter sido atingido por 3,5 milhões de volts. Tesla disse:
Eu acho que eu não vou ser uma companhia agradável esta noite. O fato é que eu quase morri hoje. A faísca saiu um metro pelo ar e me pegou aqui no ombro direito. Se ele (o assistente) não tivesse desligado a corrente instantaneamente, poderia ter sido o meu fim.
Em contato com a ressonância da carga eletromagnética, ele se deslocou de sua referência de espaço / tempo.  Ele reportou que pôde ver o passado, o presente e o futuro, tudo ao mesmo tempo. Mas ficou paralisado dentro do campo eletromagnético, incapaz de se ajudar. Seu assistente, desligando a força, salvou Tesla antes de que um dano permanente fosse feito. A repetição deste incidente ocorreria anos mais tarde, durante o suposto Experimento Filadélfia. Infelizmente, os marinheiros que estariam envolvidos no experimento foram deixados para fora de suas janelas de referência de espaço / tempo por muito tempo, com resultados desastrosos.

Os experimentos secretos de viagem no tempo de Tesla continuaram nas mãos de outros que não estavam tão preocupados com a humanidade quanto Tesla.

Fonte: OVNIHoje

OVNI FLAGRADO SUGANDO ÁGUA DO OCEANO

 
Teorias da conspiração UFO argumentam que a evidência de objetos voadores não identificados e visitantes extraterrestres está sendo suprimida por vários governos, e os políticos em todos os países principalmente os funcionários de Washington DC.

Tais teorias conspiratórias geralmente argumentam que os governos da Terra, especialmente o Governo dos Estados Unidos, estão em comunicação e / ou cooperação com os extraterrestres, apesar das afirmações públicas em sentido contrário, e ainda que algumas destas teorias afirmam que os governos estão permitindo explicitamente abdução alienígena.

Vários conspiração ideias UFO floresceram na internet e foram frequentemente caracterizado no programa de Art Bell, Coast to Coast AM. De acordo com a MUFON,

O National Enquirer informou que uma pesquisa constatou 76% dos participantes consideraram o governo não estava revelando tudo o que sabia sobre UFOs, 54% UFOs, pensamento definitivamente ou provavelmente existiu, e 32% UFOs pensamento veio do espaço sideral.

Fonte: ufologiaoriginais

Anunnaki: O Filme "Proibido" que nunca chegou aos cinemas, por quê?(Video)


Anunnaki foi o primeiro filme de uma trilogia, que se destinava a ser lançado em 2006, com a primeira parcela da saga, mas, infelizmente, nunca lançado, é mais, o projeto foi abandonado de repente, e toda a publicidade sobre o filme e o mesmo site foram abandonados, embora você ainda pode encontrar vestígios na Internet se você pesquisar, Anunnaki nunca terminou e se você nunca fez chegar a ser na tela grande. 

Há uma conspiração que estava se espalhando em torno do filme e é que o mesmo Anunnaki foi proibido ou censurado, embora a versão oficial é que eles acabaram de orçamento.
O diretor e criador é Jon Gress, um diretor que tem apenas alguns filmes como diretor e não é bem conhecida, Jon em uma entrevista revelou que ele era um seguidor fiel das histórias de Zecharia Sitchin.
Zecharia Sitchin disse, enquanto ele vivia, ter decifrado os textos sumérios antigos e descreveu os antigos sumérios tiveram contato com estrangeiros, o que fez de repente, os sumérios para se tornar a civilização mais avançada na Terra, de repente apareceu uma forma de cuneiforme em diferentes partes do mundo, os sumérios adquiriu conhecimento impressionante da astronomia, agricultura e pecuária pensar também as primeiras estruturas sociais na civilização que sobreviveram a este dia formado.
Alguns cientistas estão completamente em desacordo com Zecharia Sitchin e garantir que as teorias são baseadas em uma má interpretação dos textos sumérios antigos.
Anunnaki teria sido apenas mais um filme de ficção científica, se não fosse porque ele era supostamente baseada em fatos reais da história da humanidade. De acordo com muitos pesquisadores, este filme poderia ter um impacto sobre o monoteísmo população propagação do planeta no Ocidente era uma nova crença, que iria puxar o chão toda a teoria da evolução de Darwin, também poderia ter impacto significativo sobre nossa compreensão de nós nós mesmos e nosso lugar na imensidão do universo. Estas são algumas das razões pelas quais acredita-se que o projeto do filme Anunnaki foi subitamente fechado.
Aqui, o trailer que estava na rede. 

Fonte: ufologiaoriginais

quinta-feira, 23 de março de 2017

Fascinante!!! Vídeo antigo mostra uma capa de INVISIBILIDADE...


A Invisibilidade tem sido discutida em várias ocasiões por escritores de ficção científica, cineastas e mágicos.
Muitos questionam se esta tecnologia quando for dominada ocorrerá o risco cair em mãos erradas, mas conseguir isto tem importantes aplicações em espionagem industriais e em guerras. Embora ele também poderia ser usada para uma melhor observação de espécies de animais em seu ambiente natural e melhorar a estética e iluminação dos locais onde os edifícios criaram uma paisagem hostil para os seres humanos.

Os cientistas têm várias teorias sobre a possibilidade de ter descoberto uma forma de curvar luz em um local visível para alcançar o efeito de invisibilidade.

Mas será que essa tecnologia existe? Pesquisas recente mostram que esta em desenvolvimento um espécie de camuflagem que usa um sistema de câmeras para conseguir esse efeito, tento um sistema complexo e muito caro.
 
Mas recentemente foi descoberto um vídeo que demonstra o uso de uma capa de invisibilidade cria por um homem já algum tempo. É muito interessante o efeito de invisibilidade que essa capa produz, não temos como saber se esse vídeo é real ou fake, mas é um vídeo antigo aparentemente gravado em VHS e muito interessante pois lembra muito a capa do invisibilidade de Harry Potter.
Confira o vídeo abaixo e deixe o seu comentário:



Fonte: misterio

quarta-feira, 22 de março de 2017

Aurora boreal na Islândia, um show de luzes coloridas

Autoridades apagam luzes da capital islandesa para ver aurora boreal

As autoridades da Islândia apagaram as luzes da capital, Reykjavik, durante uma hora para que os habitantes pudessem ver melhor as sempre deslumbrantes luzes da aurora boreal. 
As luzes da auroral boreal são conhecidas por terem várias cores naturais resultantes da colisão de partículas eletricamente carregadas liberadas (vento solar) pelo sol que, ao entrarem na atmosfera da Terra, colidem com gases como o oxigênio e o nitrogênio.

As autoridades da Islândia apagaram as luzes da capital para que os habitantes pudessem ver as luzes da aurora boreal. As fotografias não tardaram a serem compartilhadas nas redes sociais. 

O espetáculo da aurora boreal pôde ser contemplado com mais clareza em Reykjavik, na Islândia, na noite de quarta-feira, quando as autoridades apagaram por uma hora a iluminação pública das ruas da capital islandesa.

Entre 22h e 23h de quarta-feira, moradores da cidade aproveitaram para registrar imagens das Luzes do Norte, resultado da energia liberada após o choque de partículas das tempestades solares com as moléculas de gás da atmosfera. A dança das cores é provocada pelos ventos.
 

Segundo o jornal The Guardian, as luzes das ruas da cidade islandesa foram desligadas para maximizar a escuridão de modo a que se visse melhor este espetáculo natural.
Em comunicado, o Governo local disse que os residentes foram convidados a participar nesta iniciativa, pedindo-lhes que também desligassem as luzes de casa. Deste modo, também estariam contribuindo para a diminuição da “poluição luminosa”. 

As luzes da auroral boreal são conhecidas por terem várias cores naturais resultantes da colisão de partículas eletricamente carregadas liberadas (vento solar) pelo sol que, ao entrarem na atmosfera da Terra, colidem com gases como o oxigênio e o nitrogênio.

Este espetáculo natural causou assim uma visão deslumbrante aos turistas e habitantes da cidade. As fotografias não tardaram a ser compartilhadas nas redes sociais. Vale a pena apreciá-las.

Fonte: Thoth3126

terça-feira, 21 de março de 2017

Ex-oficial naval diz ter visto entrada para base alienígena na Antártica


Um ex-oficial naval estadunidense alegou ter visto a entrada para uma base alienígena secreta, e também OVNIs, enquanto estava servindo na Antártica.

O homem, que serviu por 20 anos, revelou a impressionante história para a jornalista investigativa Linda Moulton Howe.

A Sra. Howe, de 75 anos, moradora da cidade de Albuquerque, no Novo México (EUA), que já foi premiada pelo seu trabalho de pesquisa paranormal através do site Earthfiles.com, diz ter sido contatada várias vezes pelo delator, o qual ela chama de Brian.

Numa série de vídeos liberados no YouTube, a Sra. Howe é escutada entrevistando Brian sobre o que ele teria visto.

Brian, de 59 anos, o qual alega ser um oficial engenheiro de voo de primeira classe aposentado da Marinha dos EUA, num esquadrão chamado Antarctic Development Squadron Six, alegou ter feito parte de uma tripulação que teria voado por uma “zona interditada ao voo” sobre a Antártica, e visto OVNIs, alienígenas, bem como uma gigantesca entrada para uma base alienígena.

Ele alega ter servido lá entre 1983 e 1997, quando aposentou, e em várias ocasiões teria visto “discos aéreos prateados” voando sobre as Montanhas Transantárticas.

Nos vídeos ele diz que há uma colaboração ultra-secreta entre os humanos e os alienígenas, com a Antártica sendo um grande local de pesquisas para projetos.

Ele diz que o enorme buraco estava localizado entre 8 a 16 quilômetros do Polo Sul, na zona interditada ao voo.  Ele também disse que um grupo de cientistas havia desaparecido por uma semana, e retornaram aterrorizados e se recusando a falar.
Então, num acampamento perto de Marie Byrd Land, uma dúzia de cientistas desapareceu por duas semanas, e quando reapareceram, a tripulação de voo de Brian foi escalada para buscá-los.  Brian diz que eles não falavam nada e “suas faces pareciam assustadas”.
Num e-mail para a Sra. Howe, ele escreve:
Um outro assunto estranho com a estação do Polo Sul é que nossa aeronave não era permitida de voar sobre uma certa área designada, a 8 quilômetros da estação. A razão declarada era devido a amostragem de ar naquela área.
Isto não fez sentido algum para nós da tripulação, porque em duas diferentes ocasiões tivemos que voar por sobre esta área.  Ela era no lado oposto do continente e tínhamos que reabastecer no Polo Sul, e uma trajetória direta para este Acampamento Davis era bem por cima da estação de amostragem de ar.
A única coisa que vimos sobre este acampamento foi um enorme buraco para dentro do gelo. Era possível voar o nosso LC130 para dentro desta coisa.
A conversa entre as tripulações de voo era que havia uma base OVNI no Polo Sul e alguns membros da tripulação escutaram isto de alguns cientistas que estavam trabalhando e interagindo com os cientistas no acampamento de amostragem de ar/enorme buraco no gelo.
Earthfiles publicou um documento editado DD-214 e a Medalha de Serviços na Antártica dada ao Brian em 20 de novembro de 1984, como confirmação de suas credenciais.
Estas alegações estremeceram a comunidade OVNI.
Um artigo no site unsilentmajoritynews.com disse:
Por sobre os anos, têm havido toneladas de artigos na Internet lidando com mistérios e anomalias que envolvem a Antártica.
Muitos deles têm sido desmascarados, ou pelo menos a pessoa escreveu as alegações de ter desmascarado as várias histórias.  Eu também tenho pessoalmente escrito sobre as misteriosas atividades que dizem estar ocorrendo no continente congelado, mas a seguinte história deveria ser elevada acima de todas as outras, na minha humilde opinião.
Por que? O que faz desta história mais credível do que muitas outras que pesquisei?
Linda Moulton Howe não é qualquer pessoa; ela é uma produtora de TV ganhadora de um Prêmio Emmy, repórter investigativa para rádio e Internet, e escritora que acessa diretamente os homens e mulheres à frente dos avanços científicos e ambientais, e testemunhas de coisas altamente estranhas, em primeira mão.
Mas Nigel Watson, escritor do UFO Investigation Manual, disse:
A Antártica é muitas vezes citada como base para a atividade OVNI, mas como esta história, a evidência é baseada em rumores e informações de fontes anônimas e não confiáveis. Assim, eu não daria muito crédito a isto.

Fonte: OVNIHoje

A Teoria da gravidade de Einstein pode ter que ser reescrita


Pesquisadores da Universidade de St. Andrews (Reino Unido) descobriram um enorme anel de galáxias se afastando de nós muito mais rápido do que o previsto.
Este anel com 10 milhões de anos-luz de diâmetro, feito de pequenas galáxias, está se expandindo rapidamente como um minúsculo ‘Big Bang’.  A equipe acredita que Andrômeda, nossa galáxia vizinha, uma vez passou muito perto da nossa própria galáxia, criando um efeito estilingue de várias galáxias pequenas.
O Dr. Hongsheng Zhao da Escola de Física e Astronomia, e co-autor do trabalho publicado na Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, pela Oxford University Press, disse:
Se a Gravidade de Einstein estivesse correta, nossa galáxia nunca chegaria próxima o suficiente de Andrômeda para esparramar algo tão rápido assim.
Se estiver correta, a descoberta forçaria uma nova compreensão da gravidade e do nosso cosmos. Como tal, um voo galáctico aproximado só faria sentindo se a gravidade enfraquecesse mais lentamente à medida que as galáxias se separassem, do que a ciência de tendência predominante sugere.
Indranil Banik, aluno PhD que liderou o estudo, disse:
A distribuição similar a um anel é muito peculiar. Estas pequenas galáxias são como um fio de gotas de chuva espirradas para fora de um guarda-chuvas que estava girando. Descobri que quase nem há uma chance de 1 em 640 para galáxias aleatoriamente distribuídas se alinharem desta forma observada. Tracei suas origens a um evento dinâmico, quando o Universo tinha somente metade da idade que tem hoje.
Esta onda similar a um tsunami no céu provavelmente foi causada pelo quase choque da galáxia Andrômeda com a nossa galáxia, a Via-Láctea. As duas enormes galáxias sempre orbitam uma à outra num plano e teria esparramado galáxias anãs pelos suas trajetórias, talvez explicando porque as galáxias anãs se afastando em alta velocidade estão no mesmo plano da Via Láctea e da Andrômeda.
Banik adicionou:
No paradigma da gravidade de Einstein, a hipotética matéria escura sempre é convocada. Tal alta velocidade requer 60 vezes mais massa do que vemos nas estrelas da Via Láctea e da Andrômeda. Porém, a fricção entre suas enormes auréolas de matéria escura resultaria na união delas, ao invés de se separarem a 2,5  milhões de anos-luz, como elas devem ter feito.
Marcel Pawlowski, da Universidade da Califórnia em Irvine, o qual estimulou a descoberta de Banik, disse:
A ciência progride através dos desafios. Junto com outros planos conhecidos de satélites, este gigantesco anel forma um sério desafio para o paradigma padrão.
Atualmente o Dr. Zhao está se inscrevendo para um financiamento da UK Science and Technology Facilities Council, a fim de dar continuidade ao seu trabalho com simulações detalhadas da origem do anel e de nossas galáxias vizinhas, com gravidade alternativa.

Fonte: OVNIHoje

sexta-feira, 17 de março de 2017

Seria realmente uma pegada "Humana" em Marte?

Em uma das muitas imagens tomadas pela Spirit Rover em missão de exploração a Marte está uma fotografia surpreendente que a NASA nunca comentou. Nesta imagem você pode ver a superfície do planeta vermelho com o que parece ser (ou parecer) uma pegada humana.

Ainda mais incrível é que a marca tem uma correspondência quase exata das primeiras pegadas tomadas pelos astronautas na Lua. As semelhanças entre os dois  são difíceis de ignorar. Em seu site, a NASA chamado a imagem "pegada" (pegada pé) e afirmou que despertou "visões" sobre os primeiros passos em Marte. A imagem impressionante foi feita pela Spirit Rover em fevereiro de 2004, perto da cratera Gusev. E 'interessante notar que a marca deixada na superfície de Marte não parece realmente estar ligada aos traços da Rover.

A imagem foi comparada com uma outra imagem que a NASA estava cobrindo os primeiros passos dos astronautas na Lua. Em uma comparação lado a lado, as imagens aparecem quase uma correspondência exata. Embora tenha havido muitas anomalias de descobertas de Marte ao longo dos anos, esta descoberta recente é realmente assustadora e perguntar o que está realmente acontecendo no planeta vermelho.

Será verdadeira a imagem das primeiras pegadas humanas em Marte? Ou é uma pegada de outro Rover? Temos ouvido muito, e muito se tem especulado sobre NASA programa espacial secreto, que revelou que há um projeto ou um plano para uma missão tripulada a Marte. A imagem pode ser uma evidência dessas missões?

Fonte: UFOS Online

quarta-feira, 15 de março de 2017

Manuscrito de 2000 anos atrás diz que gigantes viveram na Terra


Um texto da antiguidade conta literalmente como os gigantes – também conhecidos como Nefílins – caminhavam pela Terra. Descoberto nas cavernas de Qumran, o Livro de Gigantes descreve como os Nefílins viveram na Terra, criando caos e destruição.

As cavernas de Qumran – uma série de cavernas, algumas naturais, outras artificiais, encontradas no sítio arqueológico de Qumran, no Deserto da Judéia – têm produzido importantes relíquias da antiguidade.
Foram nas Cavernas Qumran que numerosos Pergaminhos do Mar Morto foram descobertos.  As cavernas são reconhecidas em Israel como um Sítio de Herança Nacional.

Os, assim chamados, Pergaminhos do Mar Morto são uma grande coleção composta de 981 diferentes manuscritos, que foram descobertos entre 1946/47, 1956 e 2017, em 12 das cavernas.
Os textos são de grande significância histórica, religiosa e linguística, porque eles incluem o segundo mais velho manuscrito de trabalhos, que mais tarde foram incluídos no cânone da Bíblia Hebraica, junto com manuscritos deuterocanônicos e extra bíblicos, os quais preservam evidências da diversidade de religiões ensinadas no Segundo Templo do Judaísmo.

Mas além dos Pergaminhos do Mar Morto, as cavernas Qumran são onde os especialistas recuperaram o Livro de Gigantes – um livro apócrifo que expande a narrativa na Bíblia Hebraica. De acordo com os pesquisadores, acredita-se que este texto antigo tenha sido a base do Livro de Enoque, considerado como um trabalho pseudepigráfico datando do terceiro século A.C.

Um pequeno pedaço do Livro de Gigantes e dos Pergaminhos do Mar Morto.
Diz-se que há milhares de anos, anjos e humanos interagiam livremente, um fato bem documento em Gênesis (6:1-4).
O livro foca especificamente nos dois filhos de Shemihaza, Ohya e Hahya. Porém, há muitos textos antigos que fazem referência aos Nefílins.

Segundo J. T. Milik, o Livro de Gigantes é um documento que acredita-se ter sido parte do Pentateuco de Enoque, junto com o Livro dos Vigilantes, o Livro dos Sonhos, a Epístola de Enoque e o Livro Astronômico. Todos estes seriam significantes desde o começo do primeiro século. Porém, durante a era cristã, esta coleção foi alterada e esta narrativa foi substituída pelo Livro das Parábolas. A existência de cópias esparsas deste livro poderia ter sido causada devido à falta de uso geral após sua substituição pelo Livro das Parábolas.

Outro texto é o Livro do Gênesis, o qual sem dúvida descreve estas misteriosas criaturas consideradas pelos “estudiosos de tendência predominante” somente como seres mitológicos da história distante da humanidade. A maioria das informações agregadas hoje vem do apócrifo Livro de Enoque. Este livro antigo é atribuído historicamente ao bisavô de Noé.

Este antigo manuscrito – o Livro de Gigantes – sugere que estas criaturas vieram do céu e popularam o planeta Terra. Acredita-se que estes seres tenham sido extremamente corruptos e degradantes, e eram propensos a atos abomináveis de violência e atos não naturais com animais e seres humanos.

Os textos antigos detalham como os Nefílins viveram na Terra e criaram o caos e a destruição. Em um ponto da história, eles começaram a ter sonhos proféticos de Armagedom, e o medo varreu através de seus corações. De acordo com os textos, o primeiro dos Nefílins a ter tal sonho profético foi Mahway, o filho titã do anjo Barakel. De acordo com seu sonho, um enorme tablete estava submerso na água, e à medida que se aproximava da superfície, somente três nomes eram deixados nele.  Acredita-se que isto simbolizava o Grande Dilúvio e a destruição de todos, exceto Noé e seus filhos.

Fonte: OVNIHoje

Canadá: novamente SONS estranhos são ouvidos e gravados


Ouça o gemido estranho e lamentoso vindo dos céus que está assustando uma cidade canadense … Após muitos outros relatos semelhantes ouvidos e gravados através de todo o planeta. Uma mulher do Canadá foi despertada de seu sono em sua cama na quinta de manhã, bem cedo por um alto, como um profundo lamento, e estrondoso som que emanava dos céus ao redor de sua casa, na British Columbia e conseguiu gravar esta experiência assustadora em vídeo.

Um lamento. Ouça o gemido estranho e lamentoso vindo dos céus que está assustando uma cidade canadense … Após muitos outros relatos semelhantes através de todo o planeta
  • Kimberly Wookey de Terrace, na British Columbia, Canadá, foi capaz de captar em áudio um ruído misterioso nos céus de sua cidade;
  • Desde 2011, centenas de tais vídeos apareceram no YouTube de pessoas de todo o mundo;
  • Um fenômeno semelhante conhecido como “The Hum” atravessa paredes (lamento) dentro de casa e só afeta dois por cento das pessoas;
  • A ciência ainda tem que identificar a causa do zumbido e os sons ouvidos em todo o planeta e vindos do céu
Ao DAILY MAIL REPORTER 
Kimberly Wookey de Terrace, British Columbia ficou profundamente abalada com o intenso gemido vindo dos céus que ela diz que já ouviu antes, mas cujas origens e causas ainda permanecem um mistério.

Veja o vídeo a seguir sobre os sons muito estranhos em Terrace, BC, no Canadá, em 29 de agosto de 2013, às 07:30
E não apenas para ela. Pessoas de todo o mundo têm relatado ter ouvido sons semelhantes, incluindo todo o ano de 2012, sons ao redor do planeta que foram ouvidos e gravados por pessoas em todos os continentes, mas ninguém pode ainda responder a quem ou o que está produzindo os sons assustadores.

Wookey diz em seus comentários do YouTube que ela já tinha ouvido o som antes, mas foi só desta vez que foi capaz de gravá-lo. ‘A primeira vez foi em junho “, escreve Kimberly. “Mas ele não era tão intenso“. Desta vez ela estava pronta para gravá-lo.

Kimberly Wookey de Terrace, na British Columbia, Canadá, foi capaz de captar em áudio um ruído misterioso nos céus de sua cidade

“Eu me joguei para fora da cama como um morcego voando para fora do inferno“, ela escreveu. O Filho de 7 anos de idade de Wookey também foi acordado pelo som monótono e lamentoso, que ecoou pelas montanhas que rodeiam Terrace, durante vários minutos.

E os Wookeys não foram as únicas pessoas a ouvi-lo. Pessoas de toda a cidade de Terrace disseram ter vivido essa experiência estranha. Mandi Campbell também ouviu os sons.

Ele parecia vir do céu ou no subsolo, mas era algo muito alto, porém“;ela disse à CBC News. Debbie Vantikrus também ouviu o gemido vindo dos céus.

“Eu ouvi um barulho, e no começo eu pensei que eu poderia ter deixado uma janela aberta e o vento estivesse uivando“, disse ela“Quanto mais eu ouvia, pensei … não, isso não é o vento uivando através de uma janela, deve ser alguém afinando algum instrumento em George Little Park. Então, eu simplesmente deletei o som da minha cabeça e não pensei mais o que é que ele era “

Então Vantikus chegou para trabalhar e outras pessoas descreveram terem ouvido o mesmo som assustador. Apesar de toda a conversa, as autoridades locais e autoridades científicas canadenses ainda não podem dizer com certeza o que aconteceu. Embora, isso não os impedisse de tentar explicar o fenômeno.

O Professor de Física Erik Jensen, da University of Northern British Columbia ouviu os sons e disse à TV CFNR que eles eram diferentes de tudo que ele já tinha ouvido antes, mas tinha que dizer isto:
“Em primeiro lugar, os sons podem viajar distâncias muito grandes quando as condições forem adequadas, e viajar em direções surpreendentes, o som pode se refratar na atmosfera e ser “rejeitado” se as condições climáticas forem adequadas. Os sons também podem ser focados, irá variar muito de um lugar para outro”.
Há vários precedentes ao longo dos últimos anos para esse mistério. Em janeiro de 2012, sons semelhantes foram relatados em todo o Canadá, em Chicago, Nova York, e até mesmo através do Atlântico, na Noruega, Espanha. Também ouve registros nos países da América Latina, México, Brasil, Argentina.

Sons do céu na zona rural em Conklin,  em Alberta, também no Canadá

Em uma pesquisa do YouTube vai se encontrar um tesouro de tais casos capturados em vídeo, alguns deles mais credíveis do que outros é claro, porque também houve muitas brincadeiras e falsificações, como sempre.

Fonte: Thoth3126

segunda-feira, 13 de março de 2017

Teria alienígena sido morto em base da Força Aérea dos EUA? Caso nunca foi resolvido


OVNIs estavam sendo reportados próximos da Base da Força Aérea McGuire e na Base próxima, Fort Dix, em Nova Jersey (EUA), antes da polícia ter sido requisitada para investigar o caso.

Mas os eventos que alegadamente transcorreram vão muito além dos avistamentos tradicionais de OVNI. Alega-se que um oficial da polícia militar em Fort Dix reportou ter visto “um objeto passar por sobre seu veículo em baixa altitude”, enquanto ele dirigia.

Após frear, ele alega ter visto na frente de seu carro “um ser pequeno, com cabeça grande, olhos pretos, e corpo muito delgado”.  O oficial alega ter entrado em pânico, sair do carro e sacar sua pistola automática .45, antes de mandar a criatura deitar no chão. Porém, após seu pedido ser ignorado, ele teria atirado várias vezes.

Alega-se que a criatura ferida pulou a cerca para dentro da base McGuire e correu para a pista de pousos e decolagens. Mas, de acordo com o caso, ela então caiu morta.

O Sargento Jeff Morse é mencionado como sendo a testemunha que permitiu o acesso da polícia à cena.  Mas alega-e que este se trata somente de um pseudônimo que lhe foi dado para evitar que sua verdadeira identidade vazasse.

Segundo a omni.media, a polícia encontrou “o corpo, agachado em posição fetal, sem respirar. Estava realmente morta. Chocados, mas mantendo o protocolo, eles começaram a cercar a área. De repente, um grupo de oficiais militares usando boinas azuis chegaram, distanciando Morse da área. Morse assistiu de longe enquanto este novo grupo de boinas azuis, que ele já havia visto antes, pareciam tomar conta da situação.”

O investigador de OVNIs, Leonard Springfield, mais tarde entrevistou Morse sobre o bizarro suposto evento.

Morse foi citado por Springfield como tendo dito que “ele nunca ficou próximo o suficiente para observar os detalhes, tais como características faciais, ou suas mãos e pés”. Porém, ele lembrou “que, sob a luz dos faróis da caminhonete, a pele do corpo sem roupa e sem pelos era úmida, brilhante e similar à de uma cobra. A entidade tinha aproximadamente 1,20 metros de altura, com uma cabeça grande, torso esbelto, braços e pernas finas e, de forma geral, de coloração marrom acinzentada.
Springfield ainda disse:
Enquanto estava patrulhando, Morse assistiu os especialistas de Boinas Azuis borrifarem o cadáver a partir de um tanque portátil, cobrindo-o com um lençol branco.  Antes, o corpo havia sido colocado cuidadosamente numa plataforma e uma armação de madeira foi construída ao seu redor.
Finalmente isto foi colocado num recipiente quadrado de metal prateado, de aproximadamente 3 metros por 3 metros, com marcações azuis indistinguíveis.
Ele diz que, após o ocorrido, lhe disseram que uma aeronave de carga C-141 pousou no local, o ser foi levado a bordo, e suspeita-se que ele foi levado para a Base Wright-Pattersoon da Força Aérea, em Dayton, Ohio.

Alguns teóricos da conspiração alegam que esta é a mesma base aérea onde corpos alienígenas do suposto acidente com um OVNI que ocorreu em 1947, próximo da cidade de Roswell, foram levados secretamente.
Alega-se que Morse e o policial foram separados e alertados a nunca falar sobre o incidente de novo, ou arriscariam perder seus empregos.

De acordo com pesquisadores de OVNIs, o Sr. Morse e outras testemunhas tiveram que ir mais tarde para a Wright Patterson, onde teriam sido interrogados.
Morse disse anos mais tarde:
Eles me falaram sobre meu dever de manter minha boca fechada… eu assinei um formulário e isto me obriga pelo resto da minha vida.
O site omni.media republicou o caso. No artigo é perguntado:
Teria um militar policial, em pânico e com o dedo sensível, realmente atirado e matado um alienígena aquela noite?
Poderemos nunca saber a verdade. O acobertamento deste e tantos outros incidentes aparentes deste tipo têm sido tão lacrados, que aqueles envolvidos temem o pior pelos seus empregos, e talvez até mesmo por suas vidas.
Mas se este caso de morte de alienígena for verdadeiro, então temos muito mais que temer do que somente as ameaças militares.
O incidente teria acontecido em 18 de janeiro de 1978.

Fonte: OVNIHoje

Misterioso quarto estado da água é descoberto pelos cientistas


 Na escola nós aprendemos os 3 estados da água, que valem quase como um mantra, e você deve se lembrar do famoso "sólido, liquido e gasoso"... Mas agora os cientistas descobriram que não pára por aí, e a água tem sim um outro estado muito estranho, que simplesmente era desconhecido até agora.

A estranha e surpreendente descoberta veio de pesquisadores do 'Laboratório Nacional de Oak Ridge', nos Estados Unidos, enquanto eles observavam moléculas de água dentro de um mineral chamado berilo, que faz parte da composição de esmeraldas.

Canais minúsculos formam pequenas “capsulas” dentro do berilo, com dimensões que só podem ser medidas em átomos. Cada uma dessas capsulas tem aproximadamente 5 átomos de tamanho e só consegue armazenar uma única molécula de água.


Nesses invólucros, as moléculas de H2O são submetidas a pressões extremas, criando um novo estado que os cientistas não conseguem explicar, e que não tem propriedades nem de sólido, nem de líquido, nem de gasoso.

O bizarro novo estado da água só pode ser observado em nível quântico, e transforma as moléculas em anéis estranhos, com o hidrogênio assumindo pelo menos 6 formas diferentes ao mesmo tempo.

Segundo os cientistas, essa descoberta nos permite pensar em novas formas de transportar líquidos em espaços pequenos, e pode revolucionar diversas áreas da ciência, como a viagem espacial, por exemplo.



Infelizmente, esse novo estado da água ainda não foi totalmente compreendido pela ciência, e os pesquisadores acreditam que ainda vai levar um bom tempo até que possamos utilizar esse conhecimento.

Mas quando (ou se) conseguirmos, poderíamos romper barreiras tecnológicas inacreditáveis, e quem, sabe, tornar mais fácil a nossa vida na Terra, no espaço ou mesmo em qualquer outro lugar que ainda nem fazemos ideia que existe.

Fonte: Curto e curioso

O presidente russo, Putin revela que a classe dominante no mundo são híbridos répteis

 
Putin disse que ele não e um "Reptiliano", mas têm medo deles, pois tentaram atrai-lo para o seu "antigo culto babilônico."

As ondas de choque são ouvidas no Kremlin Hoje, a palavra se espalha sobre uma reunião extraordinária convocada ontem por Vladimir Putin, onde, segundo fontes,  o presidente russo disse que "95% da classe dominante no mundo não são ainda seres humanos "eles são" sangue frio, são híbridos "e são" membros de um antigo culto ". 
 
Falando em um fórum a portas fechadas para os mais altos níveis de governo e funcionários em sua cidade natal, São Petersburgo, Putin respondeu a perguntas sobre o vazamento de documentos do Panamá, dizendo que eles estavam por trás da trama: o governo Estados Unidos, suas agências de espionagem, e George Soros OCCRP, informada por  yournewswire.com

Putin bateu com o punho na mesa e disse: "George Soros, você é um dragão astuto, esta é uma guerra", de acordo com fontes próximas ao presidente. Putin, em seguida,  se comprometeu a aumentar as sanções contra a sociedade aberta de Soros e muito mais.

Quando questionado por um assessor, o que ele queria dizer com "dragão" ou o que significa dragão (uma palavra incomum em russo), Putin suspirou pesadamente e com um olhar fixo, exclamou antes de explicar que nem tudo é o que parece no que diz respeito à forma como o mundo funciona. 

 
"Putin disse que a prova estava em toda parte, e que ele, pessoalmente, tinha um profundo conhecimento de seus negócios. Ele disse que não era um deles, mas eles têm medo dele e tentou atraí-lo para o seu" antigo culto babilônico ".
"a evidência, antiga e moderna, é enorme , " disse ele.

Putin disse que a humanidade tem sido manipulada para se tornar "inconsciente" através da utilização de meios de programação e política, o exemplo perfeito do que foram os últimos trabalhos de vazamento de papeis do Panamá. a classe dominante do mundo tem o controle tirânico sobre a nossa comida, água e ar e que eles estão reduzindo o nível intelectual de todos os seres humanos no mundo.


Fonte:  Todocurioso

O plano da NASA para tornar Marte habitável

Qualquer semelhança com a Terra é mera coincidência: à esquerda é como os cientistas imaginam que Marte era no passado; à direita, como ele é hoje.[Imagem: NASA]
Terraformação
Seus próprios criadores reconhecem que se trata de uma estratégia que pode parecer obra de ficção científica, mas eles acreditam que já é possível sonhar com esse efeito de terraformação.
Cientistas da Nasa dizem que Marte poderia ser habitável caso fosse criado artificialmente algo que a Terra já tem: um campo magnético protetor.

Esse escudo é essencial para evitar o impacto da radiação e dos ventos solares, que assolam continuamente a atmosfera dos planetas.

De acordo com pesquisadores da Divisão de Ciência Planetária da Nasa, pode ser possível gerar um campo semelhante ao redor do Planeta Vermelho.

De olho no passado
Hoje, Marte é um planeta dominado pelos extremos. A falta de atmosfera faz, por exemplo, com que a temperatura média seja de -63°C, mas com variações que vão de 35°C durante o dia até -140°C durante a noite.

Mas o Planeta Vermelho era muito diferente no passado: dados das missões Maven, da Nasa, e Mars Express, da ESA (agência espacial europeia) sugerem que ele tinha um campo magnético natural.
Essa proteção sumiu há cerca de 4,2 bilhões de anos, eventualmente pelo resfriamento do núcleo do planeta. Como resultado, a atmosfera marciana desapareceu gradualmente ao longo do tempo, varrida pelo vento solar. Na Terra, a magnetosfera impede essa varrição cósmica.

O que os pesquisadores propõem, então, é recuperar a atmosfera marciana usando tecnologia para criar uma magnetosfera artificial e restaurar o planeta Marte do passado, com sua atmosfera, temperaturas mais altas e eventualmente até com parte de seus antigos oceanos.
 
Campo magnético artificial protegeria Marte da radiação e dos ventos solares. [Imagem: NASA]

Campo magnético
"No futuro, é bem possível que ela (a tecnologia) possa gerar um campo magnético de 1 a 2 Teslas contra o vento solar", disse Jim Green, da divisão de ciência planetária da Nasa.

Green e seus colegas propõem a instalação de um dipolo magnético, na forma de um satélite, para que ele acompanhe o planeta em sua órbita, protegendo-o. Um dipolo é um elemento específico que produz um campo magnético dipolar (dois polos magnéticos opostos).

O cientista lembra que estão em andamento projetos para criar magnetosferas artificiais em miniatura para proteger tripulantes de naves espaciais e mesmo escudos magnéticos para proteger naves na reentrada.
De acordo com as simulações, um campo magnético implantado no ponto de Lagrange L1 - ponto de equilíbrio gravitacional entre Marte e o Sol - seria capaz de ampliar a espessura da atmosfera e produzir um aumento da temperatura em 4°C.
Marte é um planeta de condições extremas: as temperaturas vão de -130°C a 35°C. [Imagem: NASA]
Colônia humana
O aumento na temperatura do planeta é bem menor do que os cientistas esperavam, mas eles acreditam que o efeito poderia se multiplicar.

O aumento da temperatura, por sua vez, poderia derreter o dióxido de carbono no polo norte do planeta. E isso criaria um efeito estufa que aumentaria ainda mais a temperatura até alcançar condições compatíveis com a presença de água no estado líquido.

"Uma atmosfera marciana com maior temperatura e pressão permitiria que houvesse água em estado líquido suficiente na superfície para melhorar a exploração humana na década de 2040", disse Green.
Para ele, se fosse criado um campo magnético artificial, "as novas condições em Marte permitiriam que os pesquisadores e exploradores estudassem o planeta com muito mais detalhes. E se isso for alcançado... a colonização de Marte não estará muito longe."

 
Quando Marte perdeu o campo magnético, sua atmosfera foi progressivamente eliminada. [Imagem: NASA]

Cautela
Apesar do entusiasmo com a ideia, trata-se ainda de um conceito, e a equipe reconhece que este primeiro estudo está longe de oferecer as soluções definitivas para prover habitabilidade em Marte.
As simulações não contam com dados suficientes para prover cenários confiáveis sobre como o escudo artificial impactaria o clima marciano. E, principalmente, a tecnologia para a geração do campo magnético ainda está por ser desenvolvida.

Em discursos, executivos da NASA insistem em uma presença humana em Marte na década de 2030, mas mesmo os planos mais detalhados para colocar o homem em Marte em 2039 ainda não estão em andamento.

Fonte: Inovação Tecnológica

sexta-feira, 10 de março de 2017

Prédio em Marte é apagado da foto pela NASA

 
Muito se discute sobre o fato (ou não) da NASA editar imagens obtidas por suas sondas antes de liberá-las ao público. Muitas pessoas acham que esta é somente uma teoria da conspiração que não tem fundamento. Mas sinceramente, são tantas as instâncias deste tipo de ocorrência, que se esta não for uma teoria real, então os ‘deuses da estatística’ devem estar de brincadeira conosco.
Veja abaixo uma reportagem encontrada na Internet;mostrando mais uma dessas ocorrências:

Uma foto em preto e branco, tirada em 16 de setembro de 2013, parece mostrar um enorme prédio parcialmente visível atrás de uma formação rochosa. Em 11 de fevereiro de 2017, uma segunda foto mostra a mesma formação rochosa, desta vez em cores, mas surpreendentemente a estrutura que parecia ser um prédio desapareceu da cena.
O fato da NASA ainda apagar objetos das fotos do jipe-sonda Curiosity, como o que ocorreu acima, mostra novamente que eles escondem evidência de vida (passada) e atividades no planeta Marte.
Além disso, estas duas imagens confirmam a declaração de Donna Hare, que tinha acesso a materiais secretos enquanto trabalhava para a empreiteira da NASA, Philco Ford.
Uma vez foi mostrado à ela uma foto original da NASA de um OVNI, e quando perguntou ao seu colega se o objeto era um OVNI real, o colega explicou que era seu trabalho apagar tais evidência de OVNIs das fotos, antes delas serem liberadas ao público.

Enorme OVNI, do tamanho de Júpiter, passa próximo ao Sol

 
Alguns teóricos da conspiração ficaram entusiasmados ao descobrirem imagens do satélite SOHO (Observatório Solar e Helioesférico), que é operado pela ESA e pela NASA, mostrando um suposto enorme OVNI do tamanho aproximado de Júpiter, passando pelo Sol.

O OVNI  é descrito como sendo feito de um grupo de anéis transparentes. Muitos acreditam que a “nave” colidiu acidentalmente, mas outros sugerem que o OVNI estava usando o Sol para reabastecer.
Após o suposto enorme OVNI ter esbarrado no Sol, ele gerou um grande brilho. Os cientistas ainda não ofereceram uma explicação para este evento bizarro.

Não é a primeira vez que teóricos da conspiração descobrem uma suposta nave alienígena voando próxima ao Sol. Muitas imagens têm circulado pela Internet, as quais são sugeridas pelos teóricos da conspiração como sendo naves extraterrestres agregando próximas do Sol para sugar energia.

Fonte: OVNIHoje

As rajadas rápidas de rádio podem estar energizando sondas alienígenas – Centro Harvard-Smithsoniano


"A rajadas rápidas de rádio são muito fortes, dadas as suas curtas durações e as grandes distâncias de onde elas vêm, e ainda não identificamos uma fonte natural possível com certeza, disse Avi Loeb, teórico do Centro Harvad-Smithsoniano para Astrofísica. “Uma origem artificial vale a pena investigar e conferir.”
A procura por inteligência extraterrestre tem olhado para muitos diferentes sinais de vida alienígena, desde transmissões de rádio, até flashes de laser, mas sem sucesso. Porém, uma pesquisa recentemente publicada sugere que o fenômeno misterioso, chamado rajadas rápidas de rádio, poderia ser evidência de tecnologia alienígena.  Especificamente, estas rajadas poderiam estar sendo vazadas de transmissores do tamanho de planetas, para energizar sondas interestelares em galáxias distantes.
Uma ilustração artística de uma vela de luz, energizada por uma raio de rádio (vermelho) gerado na superfície de um planeta. O vazamento de tal facho de luz, ao cruzar o céu, pareceria como Rajadas Rápidas de Rádio (sigla em inglês, FRB) similares à nova população de fontes que foi descoberta recentemente em distâncias cosmológicas. (M. Weiss/CfA)
Como o nome indica, as rajadas rápidas de rádio são pulsos de emissão de rádio com duração de milissegundos. Primeiramente descobertas em 2007, menos de duas dúzias foram detectadas pelos gigantescos rádios telescópios, tais como o Observatório Parkes, na Austrália, ou o Observatório de Arecibo, em Porto Rico. Acredita-se que elas originam em distantes galáxias, a bilhões de anos-luz de distância.
Loeb e seu co-autor Manasvi Lingam (Universidade Harvard) examinaram a possibilidade de criar um transmissor de rádio forte o suficiente para que seja detectável ao longo de imensas distância. Eles descobriram que, se os transmissores fossem energizados pelo Sol, a luz solar que cai na área de um planeta duas vezes o tamanho da Terra seria suficiente para gerar a energia necessária. Tal vasto projeto de construção está bem além da nossa tecnologia, mas dentro do âmbito da possibilidade de acordo com as leis da física.

Lingam e Loeb também consideraram se tal transmissor seria viável do ponto de vista de engenharia, ou se as tremendas energias envolvidas derreteriam qualquer estrutura de sustentação. Novamente, eles descobriram que um aparelho refrigerado a água, duas vezes o tamanho da Terra, poderia aguentar o calor.
Então eles perguntaram, por que, para começar, construir tal instrumento?  Eles argumentam que o uso mais plausível de tal energia seria para impulsionar velas interestelares de luz.  A quantidade de energia envolvida seria suficiente para empurrar uma carga de milhões de toneladas, ou aproximadamente 20 vezes maior do que o maior navio de cruzeiro da Terra.
Lingam adicionou:
Isso é grande o suficiente para transportar passageiros através de distâncias interestelares, ou mesmo intergalácticas.
Para energizar uma vela de luz, o transmissor precisaria focar um facho nele continuamente. Observadores na Terra veriam um breve pulso, porque a vela e seu planeta anfitrião, estrela e galáxia estão se movendo em relação a nós. Como resultado, o facho passa pelo céu e somente aponta em nossa direção por um breve momento.  Aparecimentos repetidos do facho, que foram observados, mas não podem ser explicados como sendo eventos astrofísicos cataclísmicos, podem nos fornecer importantes pistas sobre sua origem artificial.
Loeb admite que este trabalho é especulativo. Quando perguntado se ele realmente acredita que quaisquer rajadas rápidas de rádio sejam oriundas de alienígenas, ele respondeu:
A ciência não é uma questão de crença, é uma questão de evidência. Decidir o que é provável com antecedência limita as possibilidades. Vale a pena colocar as ideias para fora e deixar os dados serem o juiz.
O documento reportando este trabalho foi aceito para publicação no Astrophysical Journal Letters e está disponível online.

Fonte: OVNIHoje

Raios cósmicos estão travando computadores e celulares

Os astrônomos constroem telescópios para capturar os raios cósmicos e estudar suas origens. A preocupação é que eles também atingem nossos celulares e computadores o tempo todo, provocando travamentos.[Imagem: ASPERA/G.Toma/A.Saftoiu]
Bugs cósmicos
Você certamente não se deu conta, mas muitos dos travamentos do seu celular, tablet e computador estão sendo causados por partículas subatômicas alienígenas chovendo do espaço exterior na atmosfera da Terra.
"Este é realmente um grande problema, mas ele é largamente invisível para o público," disse o professor Bharat Bhuva, da Universidade Vanderbilt, ao apresentar seu trabalho "Quantificando o Risco do Clima Espacial" para uma audiência boquiaberta durante a reunião anual da Sociedade Norte-Americana para o Avanço da Ciência.

Quando os raios cósmicos, que viajam em frações da velocidade da luz, atingem a atmosfera da Terra, eles criam cascatas de partículas secundárias, incluindo nêutrons energéticos, múons, píons e partículas alfa. Milhões dessas partículas atingem nosso corpo a cada segundo, mas esta torrente subatômica é imperceptível e parece não ter efeitos nocivos nos organismos vivos.

No entanto, uma fração dessas partículas transporta energia suficiente para interferir com a operação dos circuitos microeletrônicos, sobretudo dos transistores, hoje muito menores do que a maioria das moléculas orgânicas.

Transtornos de Evento Único
Quando interagem com os circuitos integrados, as partículas cósmicas podem alterar bits individuais armazenados na memória. Isso é conhecido como "Transtorno de Evento Único" (TEU).
Como é muito difícil saber quando e onde essas partículas irão bater, e como elas não fazem qualquer dano físico, as falhas que elas causam são muito difíceis de caracterizar - basicamente só resta eliminar todas as demais causas possíveis.
Os raios cósmicos derrubaram a nave Phobos-Grunt, que a Rússia estava enviando a Marte em 2012. [Imagem: Roscosmo]










  

E o professor Bhuva citou pelo menos três casos onde foi possível fazer isto e culpar as partículas cósmicas.
Por exemplo, em 2003, na cidade de Schaerbeek, na Bélgica, a inversão de um único bit em uma máquina de voto eletrônico adicionou 4.096 votos extras para um candidato. O erro foi detectado somente porque deu ao candidato mais votos do que era possível ele obter, o que permitiu aos técnicos rastrearem a alteração até o bit no registro da máquina.

Em 2008, o sistema de aviônica de um jato de passageiros da empresa Qantus, voando de Cingapura para Perth (Austrália) pareceu sofrer de um Transtorno de Evento Único que fez com que o piloto automático se desligasse. Como resultado, a aeronave mergulhou 210 metros em apenas 23 segundos, ferindo cerca de um terço dos passageiros seriamente o suficiente para fazer com que a aeronave fosse desviada para a pista de pouso mais próxima.

Além disso, relatou Bhuva, tem havido uma série de falhas inexplicáveis nos computadores das companhias aéreas, algumas das quais os especialistas acham que devem ter sido causadas por TEUs - elas resultaram no cancelamento de centenas de voos, com perdas econômicas significativas.

Falha no tempo
Bhuva e seus colegas estudaram o fenômeno nas últimas oito gerações de processadores de computador, incluindo a geração atual, que usa transistores 3D (conhecidos como FinFET) com apenas 16 nanômetros.
A taxa de falhas nos circuitos microeletrônicos é medida em uma unidade chamada FIT, que significa falha no tempo (Failure in Time). Uma FIT é uma falha por transístor em um bilhão de horas de operação.
Isso pode parecer infinitesimal, mas vai se acumulando extremamente rápido conforme se leva em conta os bilhões de transistores nos diversos aparelhos individuais e os bilhões de sistemas eletrônicos em uso hoje - só o número de celulares inteligentes já está casa dos bilhões. Como resultado, a maioria dos componentes eletrônicos têm taxas de falha medidas entre 100 e 1.000 FITs.
"É apenas o setor de eletrônicos de consumo que tem ficado para trás na resolução deste problema," disse o professor Bharat Bhuva. [Imagem: Universidade Vanderbilt]
Risco digital e social
Infelizmente, não há nada que os consumidores possam fazer para se proteger - ao menos por enquanto. A única contramedida para enfrentar o ataque das partículas cósmicas contra seus aparelhos eletrônicos, segundo o professor Bhuva, está nas mãos da indústria de chips e processadores.

"Os fabricantes de semicondutores estão muito preocupados com esse problema, porque ele está ficando mais sério conforme o tamanho dos transistores nos chips de computador diminui e aumenta o poder e a capacidade dos nossos sistemas digitais. Além disso, os circuitos microeletrônicos estão em toda parte e a nossa sociedade está se tornando cada vez mais dependente deles. Nosso estudo confirma que este é um problema sério e crescente," disse Bhuva.

A boa notícia é que a aviação, a indústria de equipamentos médicos, TI, transporte, comunicações, indústrias financeiras e de energia estão todas conscientes do problema e estão tomando medidas para enfrentá-lo. "É apenas o setor de eletrônicos de consumo que tem ficado para trás na resolução deste problema."
Infelizmente o estudo e os dados completos não serão publicados pela equipe, sendo "proprietários", segundo Bhuva, compartilhados apenas com as empresas que financiaram o trabalho.

Fonte: Inovação Tecnológica

Custom Search