loading...

terça-feira, 21 de março de 2017

Ex-oficial naval diz ter visto entrada para base alienígena na Antártica


Um ex-oficial naval estadunidense alegou ter visto a entrada para uma base alienígena secreta, e também OVNIs, enquanto estava servindo na Antártica.

O homem, que serviu por 20 anos, revelou a impressionante história para a jornalista investigativa Linda Moulton Howe.

A Sra. Howe, de 75 anos, moradora da cidade de Albuquerque, no Novo México (EUA), que já foi premiada pelo seu trabalho de pesquisa paranormal através do site Earthfiles.com, diz ter sido contatada várias vezes pelo delator, o qual ela chama de Brian.

Numa série de vídeos liberados no YouTube, a Sra. Howe é escutada entrevistando Brian sobre o que ele teria visto.

Brian, de 59 anos, o qual alega ser um oficial engenheiro de voo de primeira classe aposentado da Marinha dos EUA, num esquadrão chamado Antarctic Development Squadron Six, alegou ter feito parte de uma tripulação que teria voado por uma “zona interditada ao voo” sobre a Antártica, e visto OVNIs, alienígenas, bem como uma gigantesca entrada para uma base alienígena.

Ele alega ter servido lá entre 1983 e 1997, quando aposentou, e em várias ocasiões teria visto “discos aéreos prateados” voando sobre as Montanhas Transantárticas.

Nos vídeos ele diz que há uma colaboração ultra-secreta entre os humanos e os alienígenas, com a Antártica sendo um grande local de pesquisas para projetos.

Ele diz que o enorme buraco estava localizado entre 8 a 16 quilômetros do Polo Sul, na zona interditada ao voo.  Ele também disse que um grupo de cientistas havia desaparecido por uma semana, e retornaram aterrorizados e se recusando a falar.
Então, num acampamento perto de Marie Byrd Land, uma dúzia de cientistas desapareceu por duas semanas, e quando reapareceram, a tripulação de voo de Brian foi escalada para buscá-los.  Brian diz que eles não falavam nada e “suas faces pareciam assustadas”.
Num e-mail para a Sra. Howe, ele escreve:
Um outro assunto estranho com a estação do Polo Sul é que nossa aeronave não era permitida de voar sobre uma certa área designada, a 8 quilômetros da estação. A razão declarada era devido a amostragem de ar naquela área.
Isto não fez sentido algum para nós da tripulação, porque em duas diferentes ocasiões tivemos que voar por sobre esta área.  Ela era no lado oposto do continente e tínhamos que reabastecer no Polo Sul, e uma trajetória direta para este Acampamento Davis era bem por cima da estação de amostragem de ar.
A única coisa que vimos sobre este acampamento foi um enorme buraco para dentro do gelo. Era possível voar o nosso LC130 para dentro desta coisa.
A conversa entre as tripulações de voo era que havia uma base OVNI no Polo Sul e alguns membros da tripulação escutaram isto de alguns cientistas que estavam trabalhando e interagindo com os cientistas no acampamento de amostragem de ar/enorme buraco no gelo.
Earthfiles publicou um documento editado DD-214 e a Medalha de Serviços na Antártica dada ao Brian em 20 de novembro de 1984, como confirmação de suas credenciais.
Estas alegações estremeceram a comunidade OVNI.
Um artigo no site unsilentmajoritynews.com disse:
Por sobre os anos, têm havido toneladas de artigos na Internet lidando com mistérios e anomalias que envolvem a Antártica.
Muitos deles têm sido desmascarados, ou pelo menos a pessoa escreveu as alegações de ter desmascarado as várias histórias.  Eu também tenho pessoalmente escrito sobre as misteriosas atividades que dizem estar ocorrendo no continente congelado, mas a seguinte história deveria ser elevada acima de todas as outras, na minha humilde opinião.
Por que? O que faz desta história mais credível do que muitas outras que pesquisei?
Linda Moulton Howe não é qualquer pessoa; ela é uma produtora de TV ganhadora de um Prêmio Emmy, repórter investigativa para rádio e Internet, e escritora que acessa diretamente os homens e mulheres à frente dos avanços científicos e ambientais, e testemunhas de coisas altamente estranhas, em primeira mão.
Mas Nigel Watson, escritor do UFO Investigation Manual, disse:
A Antártica é muitas vezes citada como base para a atividade OVNI, mas como esta história, a evidência é baseada em rumores e informações de fontes anônimas e não confiáveis. Assim, eu não daria muito crédito a isto.

Fonte: OVNIHoje

0 comentários:

Postar um comentário

Custom Search