Mistérios...

Os mistérios mais intrigantes que ocorrem no mundo.

Ciência...

A evolução científica mostrada aqui.

Tecnologia

A evuloção tecnológica apresentada.

Blog dedicado a Ciência, Tecnologia e Mistérios dizendo ao mundo o que todos devem saber.

loading...
Mostrando postagens com marcador Alien. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Alien. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Vale da Morte, Sibéria: O lugar que teria provas reais que fomos visitados no passado por extraterrestres


A Sibéria, localizada na Rússia, é um local ainda pouco explorado pelo fato de haver muitos animais selvagens. E por ser uma extensa floresta, não há população habitando o local. Porém, além desses detalhes, existem alguns mistérios pela floresta, que amedrontam e afastam ainda mais a ida de pessoas até o local.

O Vale da Morte - O lugar que seria a peça chave na busca de provas que apoiam que fomos realmente visitados por extraterrestres no passado!!

A taiga siberiana é uma vasta região do Norte da Rússia e do Cazaquistão que conta com uma floresta inexplorada e misteriosa com mais de 100 mil km² de área. Algumas regiões, como a de Yakutia, no oeste, são completamente desabitadas. Não há trilhas ou lugares para passear, apenas pântanos, árvores enraizadas umas nas outras, e mosquitos.

É nesse lugar que um mistério da natureza alimenta as lendas do Vale da Morte. Segundo os registros de expedições do século passado e de aventureiros que se dispõem a explorar o local, a taiga conta com estruturas metálicas que brotam do solo congelado por temperaturas de 40 graus abaixo de zero.
Essas estruturas podem ser encontradas em galerias subterrâneas, cujo acesso é feito por escadas sinuosas. Dentro delas, a temperatura ambiente é agradável e quente. Também chamados de “caldeirões”, essas estruturas de metal estão desaparecendo com o tempo e, em seu lugar, manchas avermelhadas no solo é tudo o que tem restado.

Por alguma razão, esses lugares são perigosos para animais e seres vivos. Basta ficar um pouco próximo a uma dessas manchas para que você sinta tonturas e desmaie. Há relatos de sequelas de uma doença desconhecida e letal.

Para os anciãos da tribo dos Yukatians, a explicação é que todo o ambiente seria a morada de demônios antigos, conhecidos como Niurgun Bootur e Tong Duurai. Ufólogos russos defendem outra tese, a de que os caldeirões nada mais são do que OVNIs destruídos em uma antiga batalha aérea.
Atualmente, o nível de radiação no local vem crescendo e a vida selvagem está deixando a floresta, como se prenunciasse que algo grandioso está para acontecer. Enquanto não se descobre a verdadeira origem dos caldeirões, – acredite, não há muitas expedições indo para lá, e as poucas que foram, não ganharam muito crédito por parte da comunidade científica – o mistério permanece.

Tudo o que se sabe por enquanto é que o Vale da Morte é provavelmente um tesouro geológico, com montanhas magnéticas e minérios de titânio em abundância. Trata-se de um mistério ainda não explorado e que, devido às suas condições adversas, não encontra financiadores para expedições mais complexas.

 Os Caldeirões Alienígenas

Uma equipe de cientistas e pesquisadores acabaram de voltar de uma expedição na Sibéria e do Vale dos Mortos e estão alegando ter encontrado provas de que pelo menos cinco dos caldeirões lendários foram supostamente construídos por aliens.

“Saímos para o Vale da Morte para realmente ver e investigar os caldeirões que as pessoas dizem existir lá, e realmente encontramos cinco objetos metálicos enterrados no pântano”, disse o cientista Michale Visok em uma entrevista a um jornal russo sobre o que tinham encontrado.
Michale deu os seguintes detalhes sobre esses objetos de metal:

Eles estão submersos em pequenas piscinas no pântano com água, a quase 1 metro de profundidade. Eles são definitivamente metálicos. Os cientistas andaram em cima dos objetos, e foi possível ouvir sons metálicos ao colidir com os objetos.

Os objetos são muito suaves ao toque, mas há pontos afiados ao longo das bordas externas. Dois dos membros da equipe ficaram doentes durante a investigação. A equipe foi composta por três geólogos, um astrofísico, um mecânico engenheiro e 3 assistentes de pesquisa. Ufólogos russos acreditam que esses “caldeirões” são os restos de OVNIs, destruídos em um acidente ou uma antiga batalha aérea. O pesquisador Dr. Valerey Uvarov argumenta que eles estão conectados a uma usina localizada nas profundezas da Terra, uma arma para proteger o planeta dos perigos no espaço exterior.

Extraterrestres teriam os construído nos tempos antigos, e agora eles funcionam automaticamente... Teriam derrubado o meteorito em Tunguska (1908), o meteorito Chulym (1984), o meteorito Vitim (2002) e possivelmente em 2011 o meteorito Irkutsk. A localização dos caldeirões parece coincidir com grandes meteoritos que cairam nas proximidades – o que torna a ideia ainda mais plausível. Algumas expedições no passado e recentes resultaram em algum tipo de doença por radiação para as pessoas que visitam a área. 

Tudo sobre os calderões
Sibéria, um lar de paisagens congeladas e a origem de inúmeros mistérios. Uma terra bonita mas misteriosa na Rússia que tem tudo. Desde histórias de civilizações perdidas, inúmeras explosões estranhas como Tunguska, até incontáveis avistamentos de OVNIs e fenômenos estranhos, como dissemos, a Sibéria tem tudo isso e muito mais.

Yakutia é uma região no norte da Rússia praticamente inexplorada, inóspita e cheia de pântanos. É um local que os habitantes locais evitam a todo custo, pois, segundo eles, qualquer pessoa que entre nunca mais volta. Lá, na enigmática e misteriosa paisagem congelada, as pessoas afirmam ter encontrado, entre muitas outras coisas misteriosas, esferas metálicas cujo objetivo e origem são tão controversos quanto inexplicáveis para a ciência. Quem se aventura nesse local pode encontrar muitas esferas de metal misteriosas, que muitos dizem serem de origem extraterrestre.

Uma base de defesa alienígena? 
Parece quase um filme de ficção científica, mas as poucas pessoas que se aventuraram em terras desconhecidas na região viram as esferas misteriosas e afirmam que estão estrategicamente posicionadas. Esse fato deu origem a várias teorias da conspiração que sugerem que as esferas metálicas enigmáticas não são apenas de origem alienígena, mas foram colocadas ali para proteger a região dos perigos do espaço e até de energias "hostis". Além de qualquer especulação, a verdade é que essa misteriosa área de terra tem sido protagonista de vários eventos catastróficos, como a grande explosão de Tunguska em 1908, Chulum em 1984 e Vitim em 2002. É quase como se toda a região fosse um ímã para a destruição.

As pessoas que vivem nas proximidades deste lugar perigoso acreditam que algo fora do comum realmente ocorre: Esse local é responsavel por inúmeras mortes e doenças que marcaram o destino de quem ousou passear dentro dessa zona próximo a essas esferas de metal que, de acordo com rumores, são de origem extraterrestre. Em 1853, R. Maak, um conhecido explorador da região, escreveu: “Em Suntar [um assentamento Yakut] me disseram que nas partes superiores de Viliuy existe um riacho chamado Algy timirbit (que se traduz como "o grande caldeirão") fluindo no Viliuy. Perto de sua costa, na floresta, há um tipo de caldeirão gigante de cobre. Seu tamanho é desconhecido, pois apenas a borda é visível no chão, mas várias árvores crescem dentro dela.”

Em 1936, próximo ao rio Olguidakh, um geólogo liderado por anciões nativos encontrou uma meia esfera metálica suave e avermelhada, projetando-se do chão com uma borda tão afiada que “uma unha poderia ser cortada”. Suas paredes externas tinham aproximadamente dois centímetros de espessura e se projetavam do chão aproximadamente um quinto de seu diâmetro. O geólogo enviou uma descrição para Yakutsk, o centro regional.

Em 1979, uma expedição arqueológica de Yakutsk tentou encontrar mais esferas como as encontradas. Os membros da equipe foram acompanhados por um guia que havia visto as estruturas várias vezes em sua juventude. No entanto, desde que os anos se passaram e a topografia da região mudou, o grupo não conseguiu encontrar essas outras estruturas.

O mesmo foi registrado por ND Arkhipov, pesquisador que estudou as culturas antigas de Yakutia, que escreveu: “Entre a população da bacia de Viliuy, há uma lenda antiga sobre a existência nas partes superiores daquele rio de caldeirões de bronze ou olguis. Essas lendas merecem total atenção, já que a chance de realmente haver calderões é alta".

Os caçadores solitários que se aventuraram na área onde se diz que as esferas de metal estão localizadas dizem que algumas das esferas misteriosas estão submersas na água, enquanto outras estão meio enterradas no chão. Alguns já foram devorados pela vegetação e permanecem ocultos. No entanto, eles assolam toda a área.

Diz-se também que o metal dessas esferas é extremamente resistente e duro, e ninguém foi capaz de analisá-lo, por medo de se aproximar das esferas. Os poucos testes realizados foram ignorados por laboratórios que não conseguiram identificar sua composição e origem.

Caçadores locais dizem que, com o tempo, essas esferas de metal afundam no chão e desaparecem da vista. Elas (as esferas) deixam para trás estranhas anomalias onde a vegetação misteriosamente não pode crescer, a razão pela qual muitos anciãos tribais amaldiçoaram as esferas e terras onde elas são encontrados.

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Zona do Silêncio - onde os rádios não funcionam, os relógios ficam perdidos no tempo e as bússolas ficam fora de controle.


Além de todas as anomalias que acontecem por lá, seres humanoides (de origem desconhecida) aparentemente estão sendo vistos pelos viajantes que visitam a área.
Luzes estranhas, orbs flutuantes, bolas de fogo, OVNIs e encontros com seres possivelmente extraterrestres têm sido relatados com uma frequência incrível na área.

Referido como a Zona do Silêncio ou "Zona del Silencio", esta área de terra localizada no México é um dos lugares mais anômalos da Terra. 

De acordo com os relatórios, nada parece funcionar adequadamente nesse lugar... Os cientistas ainda não conseguiram entender porque os relógios ficam perdidos no tempo, como rádios param de funcionar e as bússolas ficam fora de controle.

Localizado a cerca de 2.000 metros acima do nível do mar, a Zona do Silêncio coincide estranhamente com o enigmático Triângulo das Bermudas e as Pirâmides de Gizé no Egito.

Alguns acreditam que a área é um campo magnético ou um portal, cujo o local possui uma energia concentrada. Esta energia poderia estar ligada à atividade de OVNIs e da teoria dos astronautas antigos, no qual os extraterrestres voltam a estas áreas por serem altamente magnéticas, seja através de naves ou por meio de buracos de minhoca.

Há também relatos de encontros com criaturas humanoides. Uma família afirma que eles são visitados regularmente por algumas 'pessoas' muito estranhas. Segundo os relatos esses visitantes só pedem água, nunca comida ou outras coisas. Ao serem questionados por um fazendeiro, sobre “de onde eles vieram?”, eles teriam respondido “de cima”.

Ernesto e josefina diaz – Ajudantes Misteriosos 

Em 13 de outubro de 1975, Ernesto e Josefina Diaz entraram no Zona do Silêncio com uma nova picape da Ford para coletar rochas raras e fósseis que podem ser encontradas em grande abundância na área. Enquanto faziam a tarefa, eles notaram que uma tempestade estava indo em direção a eles.
Na esperança de evitar serem pegos, eles colocaram as malas em seu veículo e saíram em disparada, mas não rápido o suficiente para evitar a chuva implacável. A estrada, à frente deles, se transformou em um pântano e seu carro ficou rapidamente preso no terreno macio.
Enquanto o casal se esforçava para manter seu veículo fora na lama, duas figuras se aproximaram deles, acenando para eles em meio à tempestade de chuva torrencial. Dois 'homens' extremamente altos ofereceram assistência para ajudá-los a sair do local.

Os homens instruíram o casal a entrar na picape de novo, enquanto eles a empurravam. Antes de sair do buraco e ir para o terreno mais firme, o marido saiu da caminhonete para agradecer aos dois homens mas eles já tinham sumido completamente do campo de visão.

Luis Ramirez Reyes – Seres Estranhos


Durante o mês de novembro de 1978, o jornalista Luis Ramirez Reyes visitou a 'Zona del Silencio' como parte de uma equipe de reportagem designado a cobrir uma história sobre as propriedades bizarras do local.
Empolgados, eles escolheram ir na frente da equipe principal. De repente, Ramirez percebeu que haviam três homens andando na estrada à frente, vindo na direção deles.
Esperando que esses homens pudessem ser capazes de apontar na direção certa, o jornalista disse ao seu companheiro, que estava dirigindo, para diminuir pois ele queria falar com eles.
No entanto, ele se assustou quando o motorista passou por eles, como se não os tivesse visto. Mais a frente, ele foi surpreendido ao vê-los novamente – em uma parte diferente do deserto. Desta vez, ele ordenou ao fotógrafo (que não conseguia ver esses homens) a parar o carro.
Um levantamento de dados aéreo, em dias posteriores, revelaram ao jornalista o tamanho da região que se estendia por centenas de quilômetros...

Outros casos que tornaram o local famoso

A primeira ocorrência documentada do apagão de ondas de rádio ocorreu em 1930, quando Francisco Sarabia, um aviador do norte do estado mexicano de Coahuila, informou que seu rádio tinha misteriosamente parado de funcionar. Somente em 1970, a Zona Del Silencio ganhou destaque na mídia.
Um disparo de mísseis, a partir da Base White Sands Missile Range, misteriosamente saiu de curso e caiu na Zona del Silencio. Quando a Força Aérea foi recolher os destroços do míssil, eles observaram que a área proibia transmissões de rádio. Eles coletaram, com o uso de vários caminhões, a areia do deserto para análise, porem nada foi descoberto.

O exército dos Estados Unidos enviou uma equipe especial para a área para investigar suas propriedades misteriosas. A equipe militar dos EUA descobriu que sinais de rádio não podiam viajar através do ar. Rádio, televisão, ondas curtas, microondas, nem sinais de satélite são capazes de penetrar a área.

Fonte

Zona do Silêncio - onde os rádios não funcionam, os relógios ficam perdidos no tempo e as bússolas ficam fora de controle.



Além de todas as anomalias que acontecem por lá, seres humanoides (de origem desconhecida) aparentemente estão sendo vistos pelos viajantes que visitam a área..

Luzes estranhas, orbs flutuantes, bolas de fogo, OVNIs e encontros com seres possivelmente extraterrestres têm sido relatados com uma frequência incrivel na área.
Referido como a Zona do Silêncio ou "Zona del Silencio", esta área de terra localizada no México é um dos lugares mais anômalos da Terra. 
De acordo com os relatórios, nada parece funcionar adequadamente nesse lugar... Os cientistas ainda não conseguiram entender porque os relógios ficam perdidos no tempo, como rádios param de funcionar e as bússolas ficam fora de controle.
Localizado a cerca de 2.000 metros acima do nível do mar, a Zona do Silêncio coincide estranhamente com o enigmático Triângulo das Bermudas e as Pirâmides de Gizé no Egito.
Alguns acreditam que a área é um campo magnético ou um portal, cujo o local possui uma energia concentrada. Esta energia poderia estar ligada à atividade de OVNIs e da teoria dos astronautas antigos, no qual os extraterrestres voltam a estas áreas por serem altamente magnéticas, seja através de naves ou por meio de buracos de minhoca.
Há tambem relatos de encontros com criaturas humanoides. Uma família afirma que eles são visitados regularmente por algumas 'pessoas' muito estranhas. Segundo os relatos esses visitantes só pedem água, nunca comida ou outras coisas. Ao serem questionados por um fazendeiro, sobre “de onde eles vieram?”, eles teriam respondido “de cima”.

Ernesto e josefina diaz – Ajudantes Misteriosos 

Em 13 de outubro de 1975, Ernesto e Josefina Diaz entraram no Zona do Silêncio com uma nova picape da Ford para coletar rochas raras e fósseis que podem ser encontradas em grande abundância na área. Enquanto faziam a tarefa, eles notaram que uma tempestade estava indo em direção a eles.
Na esperança de evitar serem pegos, eles colocaram as malas em seu veículo e saíram em disparada, mas não rápido o suficiente para evitar a chuva implacável. A estrada, à frente deles, se transformou em um pântano e seu carro ficou rapidamente preso no terreno macio.
Enquanto o casal se esforçava para manter seu veículo fora na lama, duas figuras se aproximaram deles, acenando para eles em meio à tempestade de chuva torrencial. Dois 'homens' extremamente altos ofereceram assistência para ajudá-los a sair do local.
Os homens instruíram o casal a entrar na picape de novo, enquanto eles a empurravam. Antes de sair do buraco e ir para o terreno mais firme, o marido saiu da caminhonete para agradecer aos dois homens mas eles já tinham sumido completamente do campo de visão.

Luis Ramirez Reyes – Seres Estranhos

Durante o mês de novembro de 1978, o jornalista Luis Ramirez Reyes visitou a 'Zona del Silencio' como parte de uma equipe de reportagem designado a cobrir uma história sobre as propriedades bizarras do local.
Empolgados, eles escolheram ir na frente da equipe principal. De repente, Ramirez percebeu que haviam três homens andando na estrada à frente, vindo na direção deles.
Esperando que esses homens pudessem ser capazes de apontar na direção certa, o jornalista disse ao seu companheiro, que estava dirigindo, para diminuir pois ele queria falar com eles.
No entanto, ele se assustou quando o motorista passou por eles, como se não os tivesse visto. Mais a frente, ele foi surpreendido ao vê-los novamente – em uma parte diferente do deserto. Desta vez, ele ordenou ao fotógrafo (que não conseguia ver esses homens) a parar o carro.
Um levantamento de dados aéreo, em dias posteriores, revelaram ao jornalista o tamanho da região que se estendia por centenas de quilômetros...

Outros casos que tornaram o local famoso

A primeira ocorrência documentada do apagão de ondas de rádio ocorreu em 1930, quando Francisco Sarabia, um aviador do norte do estado mexicano de Coahuila, informou que seu rádio tinha misteriosamente parado de funcionar. Somente em 1970, a Zona Del Silencio ganhou destaque na mídia.
Um disparo de mísseis, a partir da Base White Sands Missile Range, misteriosamente saiu de curso e caiu na Zona del Silencio. Quando a Força Aérea foi recolher os destroços do míssil, eles observaram que a área proibia transmissões de rádio. Eles coletaram, com o uso de vários caminhões, a areia do deserto para análise, porem nada foi descoberto.
O exército dos Estados Unidos enviou uma equipe especial para a área para investigar suas propriedades misteriosas. A equipe militar dos EUA descobriu que sinais de rádio não podiam viajar através do ar. Rádio, televisão, ondas curtas, microondas, nem sinais de satélite são capazes de penetrar a área.


Leia mais: https://www.new-age-gamer.com/news/zona-de-silencio-onde-os-radios-nao-funcionam-os-relogios-ficam-perdidos-no-tempo-e-as-bussolas-ficam-fora-de-controle/

terça-feira, 14 de abril de 2020

Documentos da CIA: Em Marte, uma raça alienígena antiga foi destruída por um INVASOR desconhecido

 
A descoberta ocorreu em 22 de maio de 1984
A CIA teria usado pessoas sensitivas, ou seja, pessoas que possuem faculdades de ESP e que aplicam a famosa visualização remota, que permite "ver" com sua mente, além do que você pode capturar naturalmente. 
 
A CIA queria saber mais sobre a região de Cydonia em Marte e, como mostram documentos desclassificados, em 1984 a inteligência usou um visualizador remoto - chamado SUB - para buscar mais informações sobre essa área. O SUB usou sua capacidade de penetrar no tempo e no espaço e permitir o acesso a episódios da história contidos no nível da consciência coletiva, ou gravações akásicas.
 
Através desses assuntos, a CIA conseguiu descobrir um posto avançado alienígena em Marte, onde uma antiga raça alienígena de gigantes existia ou ainda existe. Remotores contratados pela CIA, incluindo McMoneagle, um agente que conduziu a visão, também viram a localização geográfica de Marte, onde essa raça alienígena viveu há mais de um milhão de anos atrás.
 
Pode ser difícil para alguns acreditarem que essas habilidades foram usadas pelos serviços de inteligência, mas existem vários documentos desclassificados mostrando que isso aconteceu.
 
Coordenadas específicas também são fornecidas nos documentos da CIA, e parece certo, como se eles soubessem onde procurar. Este é o resultado surpreendente da Visão: "A raça antiga de alienígenas: eles são um povo de gigantes e vivem há mais de um milhão de anos. Eles estão morrendo e procurando uma maneira de sobreviver, mas não podem deixar Marte."
 
A SUB foi instruída a se aventurar cerca de 1 milhão de anos no passado. Durante a jornada, o remotor passou por enormes pirâmides e eventos catastróficos que foram objetos de destruição da atmosfera e da paisagem de Marte. Dentro desses monumentos, os antigos habitantes de Marte foram encontrados - uma raça muito alta de humanoides, vestidos com roupas ou mantos de seda. Todos estavam em pânico porque estavam fugindo, abrigando-se de algo perigoso e cruel que vinha de fora.
 
Enquanto alguns deles fugiram em uma espaçonave, outros ficaram para trás enquanto aguardavam o retorno de seus irmãos. Mais adiante, SUB testemunhou a jornada através do espaço da fuga dos alienígenas. Sua jornada os levou a outro planeta em nosso sistema solar, com vegetação exuberante e diferentes tipos de tempestades. Acredita-se que esse destino seja a Terra. 
 

Varginha,Brasil 1996 - Informações secretas foram reveladas sobre o acidente com OVNIs!


Nos EUA aconteceu o caso Roswell, um OVNI que se acidentou nessa pequena cidade e o caso repercutiu no mundo todo. E agora, no Brasil temos esse caso o chamado caso do OVNI de Varginha. Um OVNI que se acidentou em Varginha e seus tripulantes foram vistos por pessoas da cidade.
Testemunhas diretas dos eventos foram proibidas de falar sobre o assunto, mas vazaram informações que chocaram o mundo. O silêncio do exército brasileiro e do governo brasileiro é mais do que suspeito.


Todo o evento misterioso, muito parecido com a cidade americana de Roswell, começou a ocorrer na noite de 12 a 13 de janeiro de 1996 ainda sobre o território do Alasca. Atualmente, capturamos na estação de radar a formação da Defesa Aérea dos EUA de vários objetos voadores não identificados que se moviam a velocidades superiores a 6000 quilômetros por hora. Um dos objetos voadores sobre o Arizona, começou a desacelerar repentinamente, e acontece que isso não é falha da máquina no pouso. Os especialistas calcularam, portanto, onde poderia este objeto voador desconhecido cair.
Foi previsto que ele cairá em algum lugar perto da cidade brasileira de Varginha, e as autoridades dos EUA informaram ao governo e o exército brasileiro. O Exército Brasileiro imediatamente após o recebimento dessas informações, saiu a procura do local desse acidente. Os eventos, no entanto, depois de alguns dias ganharam impulso rápido, e uma operação militar clandestina foi revelada. Mais tarde, descobriu-se que o objeto caiu e umas criaturas alienígenas foram vistas por habitantes locais.

 
A caçada por alienígenas 
Já se passaram 20 anos, desce o acorrido em varginha, e hoje em dia muitas pessoas jamais ouviram falar desse caso. Todo o incidente, no entanto, é muito famoso no Brasil, e há testemunhas que se encontraram frente a frente com as criaturas desconhecidas que escaparam de uma nave alienígena acidentada. Qualquer informação, no entanto, tenta o governo brasileiro, juntamente com o ututlávat do exército. Quais são as evidências diretas e circunstanciais de que a cidade brasileira de Varginha realmente recebeu a colisão de uma nave alienígena?


Todo o evento foi uma continuação em 20 de janeiro de 1996, ou seja, sete dias após ser informado sobre o objeto acidentado pelo governo americano ao exército brasileiro, descreveu em detalhes o jornalista brasileiro Vitorio Pacaccini.
De manhã, o corpo de bombeiros local recebeu um relatório que várias meninas haviam visto na floresta animais muito estranhos. Os bombeiros foram imediatamente para lá e na verdade também capturaram uma criatura - um humanoide que cheirava muito estranho. Mas depois de capturado, ele morreu e foi entregue ao exército brasileiro.




De manhã, três jovens viram uma criatura estranha  - Valquiria Fátima Silva 14 anos e sua irmã Liliana, 16,  e seu namorado, Xavier Andrade de 22anos. De acordo com a descrição, a criatura tinha cerca de um metro de altura, pele castanha escura, grandes olhos vermelhos e na cabeça três cristas alongadas. A criatura ao perceber que tinha sido vista, fugiu do local após deixar um odor desagradável que lembrava amônia. No mesmo dia, no entanto, a polícia viu as outras pessoas assustadas que também viram as criaturas estranhas. No entanto, a polícia não pôde intervir porque todos levaram o exército brasileiro, que imediatamente apareceu nos locais onde as criaturas desconhecidas foram avistadas.
Eventos misteriosos gravados na memória dos moradores locais continuaram no mesmo dia, mas à noite. O exército havia fechado e ocupado o hospital local e a maioria dos funcionários do hospital, mas os pacientes tiveram que deixar o prédio. Os pacientes que tiveram uma internação hospitalar estavam trancados em quartos de hospital.

Segundo testemunhas, chegaram em frente ao hospital vários caminhões e carros com conteúdo desconhecido e homens com maletas. Todo o hospital da área ficou fechado por quase dois dias completos. Mais tarde, tornou-se evidente que, pelo filho de um dos médicos que ficou no hospital, ele revelou que seu pai estava na sala de operações sob a supervisão do exército dissecado criatura humanoide desconhecida que cheirava mal.
Fonte

sábado, 11 de abril de 2020

Astronautas da NASA escutaram uma estranha e misteriosa música no lado oculto da Lua

Revelação só foi feita 40 anos depois do estranho ocorrido na missão Apollo 10

Os astronautas que fizeram parte da missão Apollo 10 (uma missão antes daquela que colocou os primeiros homens na Lua) relataram ter ouvido sons estranhos e misteriosos, ou "um tipo de música espacial" enquanto sobrevoavam o lado oculto da Lua, em maio de 1969.

O caso do estranho ruído ou assovio inexplicável é revelado em um episódio da série "Arquivos Inexplicáveis da NASA", do canal Science Channel. O episódio se concentra em um evento estranho que ocorreu com os membros da tripulação da missão Apollo 10, que entrou em órbita lunar a 1.524 km da superfície da Lua, que seria um tipo de preparação para a histórica missão Apollo 11, dois meses depois. 

Atenção: os vídeos estão em inglês, mas as legendas podem ser ativadas ao clicar na engrenagem, depois em legendas, e em traduzir automaticamente (escolhendo o idioma desejado).

Arquivos Inexplicáveis da NASA - Sons estranhos no lado oculto da Lua - Parte 1



Arquivos Inexplicáveis da NASA - Sons estranhos no lado oculto da Lua - Parte 2





Os astronautas da missão Apollo 10, Tom Stafford, John Young e Eugene Cernan, podem ser ouvidos nas gravações de voo enquanto comentam sobre o estranho som e questionam se a NASA deveria ser informada sobre o ocorrido. "Parece que é um tipo de música do espaço exterior", diz um dos astronautas. "Vamos falar sobre isso?" Pergunta um deles. "Eu não sei", responde o outro. "Devemos pensar sobre isso."

Não há nenhum registro dos astronautas discutindo o ruído com a NASA ou com o público. Não está claro se os astronautas escutaram o ruído em outras missões do lado distante da Lua, ou se outros astronautas em missões posteriores ouviram o estranho som. John Young foi novamente para Lua e andou sobre sua superfície na missão Apollo 16, quando foi o comandante. Eugene Cernan comandou a missão Apollo 17 e foi o último homem a pisar na Lua. Tom Stafford também foi para o espaço novamente, mas nunca voltou para a Lua.

As gravações de maio de 1969 foram registradas enquanto os astronautas estavam no lado mais distante da Lua, fora de comunicação com a Terra, ou seja, não há chance alguma do som ter sido algum tipo de interferência originada por rádios ou satélites terrestres. 
 
Créditos: Science Channel / divulgação

O som misterioso que assustou a tripulação durou quase todo o período em que os astronautas ficaram sem contato com a Terra. Mais tarde, as gravações foram enviadas de volta para o Centro de Controle da Missão, onde foram transcritas, arquivadas e classificadas como secretas, por protocolo.

A conversa e os estranhos sons foram finalmente revelados em 2008. Alguns técnicos especulam que o estranho som pode ter se originado a partir de interferência de rádios VHF no módulo de comando e no módulo lunar, conforme eles interagiam entre si, segundo o pesquisador Andrew Chaikin. Mas claro, nem todos acreditam e seguem a mesma linha de raciocínio.

"A tripulação da missão Apollo 10 estava completamente ciente do tipo de barulho que eles deveriam ouvir," disse o Piloto do Módulo de Comando da missão Apollo 15, Al Worden, em um trecho do episódio. "A lógica me diz que se havia algo gravado, então havia alguma coisa por lá."

Fonte

O "mistério" do astronauta esculpido em uma catedral construída há mais de 300 anos


A figura de um astronauta talhada na fachada da entrada norte da Catedral de Salamanca, na Espanha, impressiona a todos que se deparam com essa representação inusitada. A igreja, construída nos estilos barroco e gótico, foi erguida entre 1513 e 1733. O que explica a presença dessa imagem moderna em uma edificação tão antiga? Teorias envolvendo astronautas antigos, viagens no tempo e acontecimentos sobrenaturais não faltam como tentativas de responder à questão.

A figura está localizada em uma coluna, na entrada da Nova Catedral, e representa um astronauta com botas, capacete e o que parece ser um sistema de respiração em seu peito, com tubos que se conectam a uma mochila na parte traseira de seu traje. Com a mão direita, ele segura uma espécie de vara e com a esquerda se apoia em uma folha. Seu rosto expressa uma perplexidade imutável. No entanto, e apesar do mistério pairar sob uma nuvem de incerteza, a existência do astronauta enigmático da Catedral de Salamanca tem uma explicação bem mais simples. 

A resposta está em uma reforma pela qual a igreja passou em 1992. A “Porta de Ramos”, como é chamada a entrada norte da Catedral, estava bastante danificada devido à ação do tempo. Durante os trabalhos de recuperação, a escultura do astronauta foi acrescentada pelo pedreiro Miguel Romero, sob a orientação do arquiteto Jerómio García de Quiñones, o responsável pela revitalização.

O fato teria obedecido a uma velha tradição, na qual os restauradores costumam incluir algum elemento moderno sempre que a igreja passa por um novo trabalho de restauração. Além da figura do astronauta, também foram esculpidas outras imagens divertidas, como um dragão tomando sorvete. Apesar de haver uma explicação convincente para a presença do viajante espacial na fachada da catedral, muita gente ainda prefere acreditar em teorias da conspiração.

Homem italiano abduzido diz ter fotos de alienígenas do planeta "Clarion"



Maurizio Cavallo, 63, também é conhecido pelo pseudônimo de Jhlos, e publicou vários livros sobre o assunto. Em 2012, em uma conferência em Turim, na Itália, ele falou sobre quem seria o extraterrestre:

"Eles são os guardiões estelares, os senhores do arco-íris: são os jardineiros do universo, os antepassados precursores, os imortais intemporais que vêm de os limites do cosmos. Eles vêm da fonte primária, de um lugar em que você constrói a eternidade ". Veja o vídeo e tire suas conclusões:


Fonte:

terça-feira, 31 de março de 2020

Que coisa estranha e essa na superfície de Marte? um ser humanoide?

Desde que a NASA enviou robôs exploradores para marte nos chegam milhares de imagens daquele maravilhoso planete, imagens essas que mostram muita coisa estranhas com esqueletos, estatuas, alguns tipos de contruções e muito mais e agora chega essa imagem que parece um ser humanoide mas será? uma vista panorâmica do 'Naukluft Plateau' no baixo Monte Sharp, que fica dentro da Gale Crater em Marte, mostra algo muito estranho.

   Além da geologia e das formas de relevo, a imagem mostra o que parece ser um ser humanoide com cabeça de cone andando em Marte.

Parece que o ser está com uma vestimenta azul e usando botas brancas.



Se não for mais um caso de pareidolia, suponha que esse ser seja real, eu me pergunto se é um híbrido como os híbridos de Marte que supostamente estiveram em contato com pessoas da Terra milhares de anos atrás?

Imagem do link HD: http://photojournal.jpl.nasa.gov/catalog/PIA20332

A história da humanidade tem numerosos exemplos de esqueletos com crânios em forma de cone.

E existem evidências arqueológicas que estabelecem uma espécie de hominídeo que possuíam crânios alongados de aproximadamente 50.000 (ou mais) anos atrás na África do Sul e na América do Sul.

Depois disso, os hominídeos de crânios alongados aparecem com destaque em torno das imagens do faraó egípcio Akhenaton (1353 aC-1335 aC) e sua esposa Nefertiti, um híbrido de boa aparência.

sábado, 28 de março de 2020

OVNI “lança flashes de luzes” sobre as pessoas


OVNI “lança flashes de luzes”; No sábado, 1º de fevereiro de 2020, os participantes da “Vigília OVNI” de um programa de rádio, testemunharam uma luz poderosa e misteriosa que iluminou o céu por alguns segundos.

Testemunhos de 200 pessoas


Tudo foi gravado em uma transmissão ao vivo. No vídeo, que dura vários minutos, pode-se ver luzes e brilhos estranhos no céu de Chilca, um lugar enigmático onde muitos garantem que OVNIs podem ser vistos.

Consequentemente, o programa “Jornada para outra dimensão” da Radio Capital (Peru), apresentado pelo especialista em ufologia Anthony Choy, fez com que esta vigília de OVNIs, conseguisse produzir cerca de 200 testemunhas.

Gravação ao vivo

A vigília foi realizada no distrito de Chilca, perto de Lima no Peru. A equipe do programa Radio Capital chegou para realizar a transmissão ao vivo. Foi durante o programa que Anthony Choy e os participantes do local testemunharam o que seria um avistamento coletivo de um OVNI nos céus de Chilca.

No vídeo compartilhado no YouTube e nas redes sociais, há uma estranha e poderosa luz branca emitida por um OVNI (objeto voador não identificado) que aparentemente flutuava acima do mar de Chilca.

OVNI “lança flashes de luzes”


Segundo Choy, foi às 22h43 aproximadamente que uma luz em forma de losango apareceu na altura do Cerro Yaya (em Chilca).

O mais incrível aconteceu quando o objeto começou a emitir vários flashes que causaram o espanto dos espectadores do local.


Testemunhos e gravação ao vivo

Da mesma forma, as pessoas presentes à vigília também apontaram seus lasers para o objeto, que parecia responder com flashes incríveis que iluminavam todo o lugar escuro.

As testemunhas ficaram estarrecidas


Durante a transmissão ao vivo, Anthony Choy e seus convidados tentaram encontrar respostas para o que aconteceu. Por outro lado, os espectadores ainda estavam impressionados com o que haviam testemunhado, mas sempre mantendo a tranquilidade.

Ao contrário de outros vídeos que circulam na Internet, esse avistamento de OVNIs não só pôde ser gravado com câmeras de alta definição, mas também foi transmitido ao vivo e diretamente por um meio de TV.

Vídeo na Internet


Consequentemente, não apenas as testemunhas do avistamento, mas também as pessoas que assistiram o vídeo pela Internet, acreditam que podem ser seres extraterrestres.

Por outro lado, outras pessoas acharam que seria a luz de uma lanterna muito poderosa, usada por pescadores ou barcos na área.

Drone LED Light


Há até quem diga que os flashes seriam produzidos por um ‘Drone LED Light’, que emite uma luz muito poderosa enquanto viaja pelos céus.

Seja como for, devemos ter em mente que Chilca, o local onde ocorreu esse avistamento, é conhecido por ser uma “zona de OVNI” . E você? Acha que é uma nave extraterrestre
Fonte