Blog dedicado a Ciência, Tecnologia e Mistérios dizendo ao mundo o que todos devem saber.

loading...

sábado, 28 de março de 2020

Imagens 3D mostram danos causados pelo coronavírus aos pulmões (VÍDEO)


Pesquisadores, usando um equipamento médico de realidade virtual para observar o organismo desde o interior, fizeram um vídeo para observar os danos pulmonares causados pelo coronavírus.
Segundo informou em 26 de março o portal da CNN, uma equipe de pesquisadores do Hospital Universitário George Washington, nos EUA, conseguiu produzir um vídeo 3D de pulmões gravemente infectados com o coronavírus, mostrando os danos que a COVID-19 pode causar ao corpo.

A sequência foi feita a partir de dados de um paciente de 50 anos, internado em 18 de março na UTI do hospital. O agravamento do seu estado de saúde levou os médicos a recorrer à oxigenação por membrana extracorpórea (ECMO, na sigla em inglês).
Trata-se de uma técnica médica extracorpórea usada para fornecer suporte de oxigênio para o coração e pulmões a pacientes cujos pulmões estejam em colapso, depurando o dióxido de carbono e oxigenando o sangue sem recurso aos pulmões.
Para entender com precisão os danos ao tecido pulmonar, a equipe médica utilizou tecnologia de realidade virtual que lhes permitiu observar o sistema respiratório por dentro.

Danos a longo prazo nos pulmões

Segundo declarou à CNN o Dr. Keith Mortman, chefe do Departamento de Cirurgia Torácica do Hospital George Washington, cerca de 20% das pessoas que contraem o coronavírus desenvolvem sintomas, mas apenas uma parte delas sofre de complicações pulmonares que requeiram assistência respiratória.
Comentando o vídeo, "há um contraste tal entre o pulmão infectado e o tecido pulmonar saudável adjacente que você nem precisa ser médico para entender essas imagens e quão sério o coronavírus pode ser", afirmou Mortman.
Além disso, o cirurgião manifesta-se particularmente preocupado com as consequências da infecção, uma vez que os danos pulmonares podem "afetar a capacidade de uma pessoa respirar para o resto da sua vida", concluiu.
Fonte

0 comentários:

Postar um comentário